Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

PS cai em Novembro mas mantém liderança destacada nas intenções de voto

As intenções de voto no PS caíram pelo segundo mês, para 37,8%. Apesar de o PSD subir para 26%, os socialistas mantêm uma distância confortável de 11 pontos.

Lusa
Manuel Esteves mesteves@negocios.pt 19 de Novembro de 2018 às 11:44
  • Assine já 1€/1 mês
  • 6
  • ...

As intenções do voto no Partido Socialista (PS) desceram pelo segundo mês em Novembro, de acordo com o barómetro da Aximage, feito para o Negócios e Correio da Manhã.

 

O PS recuou para 37,8%, menos dois pontos do que há dois meses, atingindo o valor mais baixo desde Junho deste ano. Em Julho de 2017, havia 44% de portugueses com intenção de votar nos socialistas.

Quanto ao PSD, recuperou em Novembro da queda dos dois meses anteriores, estando agora com 26,4%. Apesar de ter recuperado distância para o PS, o partido de Rui Rio está mais de 11 pontos percentuais abaixo dos socialistas.

 

Quanto ao Bloco de Esquerda, mantém-se nos 9,1%, ainda assim abaixo dos níveis registados antes do caso Robles, enquanto o PCP sofre uma quebra para 6,2%. Já o CDS recua de forma significativa para os 7,7%, regressando aos níveis que tinha antes do Verão.

FICHA TÉCNICA 

Universo: indivíduos inscritos nos cadernos eleitorais em Portugal com telefone fixo no lar ou possuidor de telemóvel.
Amostra: aleatória e estratificada (região, habitat, sexo, idade, escolaridade, actividade e voto legislativo) e representativa do universo e foi extraída de um sub-universo obtido de forma idêntica. A amostra teve 603 entrevistas efectivas: 281 a homens e 322 a mulheres; 59 no Interior Norte, 104 na Área Metropolitana do Porto, 110 no Litoral Centro, 166 na Área Metropolitana de Lisboa e 79 no Sul e Ilhas; 100 em aldeias, 162 em vilas e 341 em cidades. A proporcionalidade pelas variáveis de estratificação é obtida após reequilibragem amostral.
Técnica: Entrevista telefónica por C.A.T.I., tendo o trabalho de campo decorrido nos dias 9 a 12 de Novembro de 2018, com uma taxa de resposta de 76,9%.
Erro probabilístico: Para o total de uma amostra aleatória simples com 603 entrevistas, o desvio padrão máximo de uma proporção é 0,020 (ou seja, uma "margem de erro" - a 95% - de 4,00%).
Responsabilidade do estudo: Aximage Comunicação e Imagem Lda., sob a direcção técnica de Jorge de Sá e de João Queiroz.

Ver comentários
Saber mais Partido Socialista PS PSD Aximage Bloco de Esquerda CDS PCP sondagem barómetro
Mais lidas
Outras Notícias