Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Lucros da Luz Saúde aumentam 20%

A dona do Hospital da Luz e gestora do Beatriz Ângelo viu as receitas aumentarem no ano passado para 423,6 milhões de euros, com o crescimento dos cuidados de saúde privados e públicos.

Paulo Zacarias Gomes paulozgomes@negocios.pt 08 de Março de 2016 às 18:30
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

A Luz Saúde, dona do Hospital da Luz, fechou 2015 com resultados líquidos de 21,8 milhões de euros, um aumento de 3,7 milhões ou de 20,3% em relação ao ano anterior, anunciou a empresa esta terça-feira, 8 de Março.


No comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a companhia dá conta de um aumento de 5,5% das receitas (para 423,6 milhões de euros) que atribui ao crescimento tanto dos cuidados de saúde privados como públicos (gestão do Hospital Beatriz Ângelo, onde cresceu a actividade cirúrgica).


Já o EBITDA (lucros antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) reforçou-se em 6,4% para 60,7 milhões de euros, com a margem a manter-se em linha com a do ano passado (14,3%) perante o aumento do contributo dos cuidados privados e apesar da redução no sector público.


As despesas consolidadas de capital da empresa totalizaram 18,8 milhões de euros aplicados em investimentos no alargamento do Hospital da Luz e da Clínica de Oeiras e na compra de um edifício em Vila Real para a instalação de uma nova unidade, refere o comunicado.


O negócio de residências seniores contribuiu com receitas de 3,8 milhões de euros. A companhia salienta ainda a redução operada na dívida consolidada, que caiu 18,7 milhões para os 187,3 milhões de euros.


A empresa aponta a transferência da tutela da ADSE para o Ministério da Saúde como um factor de incerteza para 2016, uma vez que "poderá ter implicações futuras no seu relacionamento com os prestadores privados, tendo em conta o eventual compromisso da sua independência enquanto subsistema privado face ao SNS, também financiador e prestador de cuidados de saúde".


Ainda em discussão nas instâncias arbitrárias está a possibilidade de reconhecer ao Beatriz Ângelo o direito ao financiamento de prestações adicionais no âmbito do tratamento em ambulatório de doentes de VIH/SIDA, o que teria um impacto positivo de 2,1 milhões e 2,9 milhões de euros nas contas da empresa em 2014 e 2015 respectivamente.


A Luz Saúde vai ainda expandir a sua actividade nos estabelecimentos da Luz, Oeiras e Arrábida, melhorar a eficiência e rentabilidade do hospital Beatriz Ângelo e está aberta a "oportunidades de consolidação no mercado nacional", além de prosseguir a análise para a instalação de uma unidade privada em Luanda, Angola.


"Em simultâneo, mantém-se a análise da possível expansão para outras geografias, no contexto do novo quadro accionista Fidelidade/Fosun", refere o documento. Em Janeiro deste ano, a empresa liderada por Isabel Vaz anunciou a compra de um hospital em Guimarães e uma clínica em Braga.

A Luz Saúde (que sucedeu à Espírito Santo Saúde após venda à Fosun) gere um total de 18 equipamentos, dos quais oito hospitais privados e uma unidade em parceria público-privada, o hospital Beatriz Ângelo, em Loures.

Ver comentários
Saber mais Luz Saúde hospitais saúde empresas resultados ppp
Mais lidas
Outras Notícias