Automóvel Eléctrico Leaf vale 10% das vendas da Nissan em Portugal

Eléctrico Leaf vale 10% das vendas da Nissan em Portugal

O novo modelo do veículo 100% eléctrico Nissan Leaf representa 10% das vendas da marca nipónica em Portugal nos primeiros nove meses deste ano. A marca destaca que, em apenas sete meses de vendas, o novo Leaf já vendeu mais do que a primeira geração em sete anos.
Eléctrico Leaf vale 10% das vendas da Nissan em Portugal
Pedro Curvelo 11 de outubro de 2018 às 16:01

O novo modelo do veículo 100% eléctrico Nissan Leaf representa 10% das vendas da marca nipónica em Portugal nos primeiros nove meses deste ano. A marca destaca que, em apenas sete meses, o novo Leaf já vendeu 1.168 unidades, mais do que as 1.139 viaturas da primeira geração em sete anos.

Entre Janeiro e Setembro deste ano, a Nissan vendeu 11.653 veículos ligeiros no mercado português, tendo o Leaf representado um décimo das unidades vendidas.

Em comunicado, a Nissan refere que só no mês de Setembro foram vendidas 244 unidades do Leaf, o que lhe vale a liderança mensal entre os automóveis eléctricos, plug-in e híbridos, algo que sucede pela terceira vez este ano. Este número corresponde a mais de 30% dos ligeiros vendidos pela marca naquele mês.

Aliás, nos primeiros nove meses do ano, o Nissan Leaf só é ultrapassado pelo Toyota C-HR, com 1.808 unidades vendidas, no "ranking" de veículos sem ser a gasolina ou gasóleo. O eléctrico da marca japonesa superou em Setembro o híbrido Auris, também da Toyota, que soma 1.161 veículos vendidos entre Janeiro e Setembro.

A Nissan destaca que o Leaf liderou as vendas de veículos eléctricos na Europa nos primeiros oito meses do ano, apresentando uma média de uma unidade vendida a cada 10 minutos. Na Noruega, sublinha o comunicado, o Leaf é o ligeiro de passageiros mais vendido este ano, superando a concorrência até dos veículos a gasolina e gasóleo.

"O interesse pelos automóveis eléctricos continua a aumentar e possuir o novo Leaf é a primeira escolha dos consumidores em Portugal e na Europa", refere Antonio Melica, director-geral da Nissan Portugal, citado no comunicado. "O número de vendas é apenas um reflexo dessa satisfação dos clientes", conclui.




pub