Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Produção da Autoeuropa cai 22% até Abril

O recuo da Volkswagen (queda de 37,5%) levou a produção na fábrica de Palmela a descer mais de 20%. Uma quebra que, no entanto, foi aliviada com o crescimento do fabrico da marca Seat em 30%.

Pedro Elias
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A Autoeuropa está a colocar menos automóveis no mercado este ano. A produção da fábrica de Palmela recuou 21,8% para um total de 28,5 mil unidades.

Os dados são da Associação Automóvel Portugal (ACAP) e foram divulgados esta quinta-feira, 12 de Maio.

A pressionar a quebra de produção em Palmela estão os automóveis da Volkswagen com um recuo de 37,5% entre Janeiro e Abril. A compensar este recuo esteve a Seat, que aumentou a sua produção em 29,8%.

Nas restantes marcas de produção nacional de ligeiros de passageiros, a Citroën cresceu 13,2% e a Peugeot avançou 15,5%.

Por seu turno, a fábrica da PSA em Mangualde produziu mais 12,7% de veículos. Já a Mitsubishi Fuso, no Tramagal, registou um crescimento de 25%, enquanto a Toyota Caetano mais que duplicou o número de veículos colocados no mercado - cresceu 174%.

Olhando para os números globais, a produção automóvel em Portugal recuou 8,8% nos primeiros quatro meses do ano face ao período homólogo.

Esta evolução negativa deveu-se à quebra no fabrico de automóveis ligeiros de passageiros (-18%), registando-se um crescimento tanto na produção de veículos comerciais ligeiros (21,4%) e de veículos pesados (28,4%).

Foram assim produzidos um total de 50,1 mil veículos em Portugal, com 95% a destinarem-se à exportação. Dos automóveis exportados, 95% ficaram na Europa, com 2,2% a seguirem para a China e 2,5% para os restantes países da Ásia.

Os principais mercados de exportação dos carros cá produzidos continuaram a ser a Alemanha (25,7%) e a Espanha (18,3%).
Ver comentários
Saber mais Autoeuropa Palmela Associação Automóvel Portugal ACAP Volkswagen Seat Peugeot Portugal automóvel sector automóvel
Mais lidas
Outras Notícias