Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Produção automóvel nacional cai há nove meses

A instabilidade nos ritmos de produção é apontada pela ACAP como o principal factor a ditar o desempenho da produção automóvel. Há “ausência de mecanismos na lei portuguesa que permitam uma maior flexibilização dos ritmos de trabalho”, diz.

Bruno Simão/Negócios
Negócios jng@negocios.pt 12 de Outubro de 2016 às 19:16
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

A produção automóvel em Portugal está em queda há nove meses consecutivos. De Janeiro a Setembro, foram produzidos 109.489 veículos, o que representa uma quebra homóloga de 10,3%.

A tendência é mais notória em Setembro, mês em que saíram das fábricas portuguesas 12.330 veículos, uma descida de 16,3% face ao mesmo mês de 2015. A instabilidade nos ritmos de produção é apontada pela Associação Automóvel de Portugal (ACAP) como o motivo para este cenário.


"Estas quebras são justificadas pela ausência de mecanismos na lei portuguesa que permitam uma maior flexibilização dos ritmos de trabalho. A produção automóvel é fortemente condicionada pela sazonalidade das encomendas, uma tendência que tem vindo a ser sentida pelas várias empresas a operar em território nacional", explicou em comunicado.


No acumulado de 2016, os níveis de exportação estão 11,4% abaixo dos primeiros nove meses de 2015. Em Setembro, dos veículos produzidos, 97 em cada 100 seguiram além fronteiras. Alemanha e Espanha são os principais mercados.


Em comunicado, a ACAP recorda que o sector automóvel é responsável por 4,4% do PIB nacional, 6,5% do emprego da indústria transformadora e 12,5% das exportações nacionais.

Portugal tem quatro fábricas: Volkswagen Autoeuropa, Peugeot Citroën, Mitsubishi Fuso Truck Europe e Toyota Caetano. 

Ver comentários
Saber mais Portugal Associação Automóvel de Portugal ACAP Alemanha Espanha economia negócios e finanças indústria metalomecânica e engenharia automóvel
Mais lidas
Outras Notícias