Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Tesla "estaciona" nova loja no El Corte Inglés de Gaia

A construtora de carros eléctricos volta em definitivo ao espaço comercial onde tinha testado o mercado com uma operação temporária. Conheça a loja de 130 metros quadrados que arranca com seis pessoas no Norte do país.

António Larguesa alarguesa@negocios.pt 05 de Novembro de 2018 às 15:38
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A Tesla abriu esta segunda-feira, 5 de Novembro, a primeira loja permanente na zona Norte do país, instalada no piso 0 do El Corte Inglés de Vila Nova de Gaia. Este é o segundo espaço comercial da marca americana em Portugal, juntando-se ao que está em funcionamento no centro comercial do mesmo grupo, em Lisboa.

 

Com uma área exclusiva de exposição de 130 metros quadrados, visitada esta manhã pelo Negócios, a operação nortenha arranca com uma equipa de seis pessoas, que pode acompanhar "test drives" e demonstrações, e vai estar disponível no mesmo horário do shopping, entre as 10h e as 22h. E também a poucos metros do local onde, de 21 de Abril a 3 de Junho deste ano, esteve a testar o mercado com uma loja temporária ("pop-up").

 

Ao contrário do que acontece na capital portuguesa, onde a Tesla se estreou no ano passado e tem um centro de serviços (oficina) – no Prior Velho, nas imediações do aeroporto Humberto Delgado –, aos clientes desta zona do país vai começar por disponibilizar apenas um "mobile service", em que os técnicos podem ir directamente a casa dos clientes para fazer pequenas reparações, detalhou a fabricante de veículos eléctricos.

 

Fora das duas áreas metropolitanas, este Verão instalou lojas temporárias em Braga, junto ao edifício da Câmara, e na região do Algarve, num shopping e também na marina de Vilamoura. A construtora que surpreendeu com lucros no terceiro trimestre não tem uma rede de concessionários, apostando na venda directa aos clientes. Argumenta que assim consegue passar uma mensagem uniforme, assegura a mesma política de preços e ainda aproveita para, sem intermediários, recolher as críticas e sugestões dos automobilistas.

 

Estações "super" e carregamentos no destino

 

Além de poderem utilizar a rede pública Mobi.e, que conta actualmente com 536 postos, dos quais 58 são de carregamento rápido e passaram a ser pagos a 1 de Novembro, para as viagens mais longas, os carros da Tesla podem também utilizar as cinco estações de super-carregadores já espalhadas por estradas portuguesas. Incluem 44 postos individuais em Alcácer do Sal, Vila Real, Guarda, Fátima e Montemor-o-Novo, prometendo os americanos continuar nos próximos meses a aumentar esta rede que a nível europeu tem cerca de 400 postos.

 

Embora sublinhe que o carregamento doméstico é o mais conveniente, a empresa liderada por Elon Musk, que não divulga dados de vendas ou de investimento por país – a nível mundial contabiliza a entrega de 400 mil viaturas – dispõe também neste momento de 107 locais com "destination charging" (carregamento no destino) em Portugal. Uma solução que, numa hora, permite acrescentar 80 quilómetros à autonomia do carro e que resulta de parcerias com hotéis, restaurantes, parques de estacionamento ou centros comerciais.

 

Concorrentes aproximam-se no retrovisor

 

Enquanto não surge a decisão sobre o local onde instalará a fábrica europeia – há dois finalistas e Portugal está fora dessa corrida –, a empresa prepara-se para enfrentar alguns concorrentes de peso já a partir do próximo ano. É que fabricantes como a Mercedes-Benz, BMW, Porsche e Audi estão a fazer uma forte aposta nos veículos eléctricos com autonomia próxima da oferecida pela Tesla, entrando assim num segmento em que Musk praticamente não tinha concorrência.

 

Já à venda desde Abril encontra-se o Jaguar I-pace, o primeiro rival de respeito da Tesla. No início de 2019, chega ao mercado, incluindo a Portugal, o Audi e-tron, um SUV eléctrico de luxo. A Mercedes-Benz apresentou em Setembro o EQC, um SUV 100% eléctrico que deverá chegar ao mercado dos EUA em 2020. Finalmente, a Porsche prepara-se igualmente para lançar o Taycan, um desportivo eléctrico com autonomia de 500 quilómetros.

Model 3 chega à Europa em 2019

Depois do Model S, lançado em 2012 como o primeiro 100% eléctrico a conseguir fazer até 632 quilómetros com um único carregamento, e do Model X, que chegou ao mercado em 2015 como "o veículo utilitário desportivo mais seguro, mais rápido e com a maior eficiência da história", a Tesla avançou com o Model 3, um carro mais acessível em termos de custo e que já está disponível nos EUA e no Canadá, com preços a partir de 35 mil dólares (30,7 mil euros). A construtora que garante já ter evitado a emissão de 3,7 milhões de toneladas de CO2 com os automóveis que fabrica, estima que este novo modelo, que já pode ser reservado, vai começar a chegar à Europa na primeira metade de 2019, não adiantando, porém, qual será o primeiro país do Velho Continente a tê-lo na estrada.

Ver comentários
Saber mais automóvel tesla gaia el corte inglés porto carros eléctricos mobilidade Elon Musk lisboa braga algarve
Mais lidas
Outras Notícias