Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Tesla já tem terreno para abrir fábrica na China

Já há acordo: a Tesla vai abrir uma fábrica na China, perto de Xangai. Esta mudança vai permitir reduzir os custos da fabricante de veículos eléctricos, considerando que a China é o maior mercado a nível mundial para este produto.

Reuters
Negócios jng@negocios.pt 17 de Outubro de 2018 às 12:30
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

O acordo está fechado, comunicou a cidade de Lingang, onde a Tesla irá instalar a primeira fábrica chinesa, avança a CNBC. O preço do terreno não foi revelado.

Em Agosto, a Bloomberg apontava que a instalação da fábrica na China implicava um investimento total de 5 mil milhões de dólares, de acordo com as fontes consultadas pela agência.

A meta é produzir 250.000 veículos e baterias por ano, números que se planeia que dupliquem posteriormente. Contudo, os mais de 800 mil metros quadrados requisitados pela Tesla só deverão lançar veículos para o terreno daqui a três anos, previa a própria fabricante num relatório publicado em Agosto.   

A principal fonte de financiamento será a dívida local, mas este esforço financeiro "não terá início de forma significativa até 2019", informava a empresa já em Agosto.  

Este investimento tem como objectivo reduzir custos para a fabricante automóvel, uma vez que a China é o maior mercado para veículos eléctricos a nível global e o segundo maior para a Tesla, a seguir aos EUA. Garantir a construção de uma fábrica na China é agora mais crucial para a empresa liderada por Elon Musk, depois de Pequim ter imposto uma tarifa adicional de 25% sobre a importação de automóveis dos Estados Unidos, em resposta às taxas aduaneiras da administração Trump sobre 34 mil milhões de dólares de bens chineses.

A localização escolhida pela Tesla não é estranha às marcas estrangeiras: a duas horas de Xangai, Lingang já acolhe vários fabricantes e nas suas ruas circulam vários veículos de teste.

 

Ver comentários
Saber mais CNBC Lingang Tesla Elon Musk EUA Bloomberg Pequim China Estados Unidos Trump Xangai economia negócios e finanças Informação sobre empresas veículos eléctricos tarifas guerra comercial
Mais lidas
Outras Notícias