Banca & Finanças Bain e Davidson Kempner apresentam propostas para comprar malparado do Novo Banco

Bain e Davidson Kempner apresentam propostas para comprar malparado do Novo Banco

As duas firmas norte-americanas apresentaram propostas vinculativas pela carteira de crédito malparado que o Novo Banco colocou à venda.
Bain e Davidson Kempner apresentam propostas para comprar malparado do Novo Banco
Negócios 15 de julho de 2019 às 18:13

A Bain Capital Credit e a Davidson Kempner avançaram com propostas vinculativas para adquirir uma carteira de crédito malparado que o Novo Banco colocou à venda.

 

A notícia está a ser avançada pela Bloomberg, que dá conta que o banco português deverá tomar uma decisão final sobre este processo até ao final do mês de julho.

 

O banco liderado por António Ramalho tinha até à última sexta-feira para receber propostas para esta carteira de crédito, denominada projeto Nata 2.

 

Até hoje, apenas tinha sido avançado um possível comprador: a Bain Capital, juntando-se agora a Davidson Kempner. Será um assim um destes dois fundos financeiros norte-americanos a ficar com a carteira de empréstimos em incumprimento do Novo Banco, naquela que será uma das maiores vendas de crédito malparado em Portugal.

 

Quanto à venda da carteira de imóveis no valor de 400 milhões de euros, que ficou conhecida como Sertorius, a venda deverá ficar fechada com a Cerberus, tal como o Negócios noticiou a semana passada.

 

O Novo Banco tem avançado com a "limpeza" do balanço no âmbito do plano de reestruturação e numa altura em que aumenta a pressão dos reguladores sobre a banca europeia para a venda de ativos tóxicos.

 

Em entrevista publicada hoje pela Reuters, o chairman do Novo Banco, Byron Haynes, disse que o interesse dos investidores nestas duas carteiras "tem sido muito alto". Estas duas operações vão ajudar o Novo Banco a reduzir para menos de metade o rácio de crédito malparado, atingindo os 10%. 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI