Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Banco central angolano suspende Finibanco do mercado cambial após detetar infrações

A medida cautelar de suspensão de participação no mercado cambial, por um período de 45 dias, pretende "assegurar os direitos dos depositantes e a tutela dos investidores" e ainda proteger o sistema financeiro angolano.

O Banco Nacional de Angola lembra que os cinco maiores controlam 70% do mercado.
DR
Lusa 16 de Agosto de 2022 às 23:32
  • Partilhar artigo
  • 1
  • ...
O Banco Nacional de Angola (BNA) suspendeu o Finibanco Angola do mercado cambial durante 45 dias, depois de ter detetado infrações na classificação do perfil de risco de clientes e no controlo das importações, divulgou hoje esta instituição.

A medida cautelar de suspensão de participação no mercado cambial, por um período de 45 dias, pretende "assegurar os direitos dos depositantes e a tutela dos investidores" e ainda proteger o sistema financeiro angolano, explicou em comunicado o banco central de Angola.

A decisão surgiu após uma "inspeção pontual" ao Finibanco Angola para "aferir o grau de cumprimento da regulamentação referente à execução de operações cambiais" e "os critérios para a classificação de operações de risco".

Nas infrações detetadas, estão o incumprimento do dever de classificação do perfil de risco de clientes, assim como a justificação da proveniência dos fundos para a realização de operações cambiais de Manutenção de Pessoa Física e Viagens.

Na nota de imprensa, o banco central angolano referiu também o incumprimento do dever de controlo da entrada de mercadorias, nas transações de importação e o incumprimento do dever de comunicação de operações suspeitas à Unidade de Informação Financeira (UIF).

O BNA apontou ainda que detetou o incumprimento do dever de dotar a instituição de um sistema de controlo interno adequado aos objetivos legalmente definidos, de modo a identificar e avaliar convenientemente os riscos inerentes às operações financeiras.



Ver comentários
Saber mais Finibanco Angola Banco Nacional de Angola banca Angola
Outras Notícias