Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Banco Montepio duplica plafond da conta ordenado às famílias

O banco liderado por Pedro Leitão adotou mais medidas para apoiar as famílias, empresas e entidades da economia social num período marcado pelo impacto do novo coronavírus.

Nuno Ferreira Santos / Público
Rita Atalaia ritaatalaia@negocios.pt 20 de Março de 2020 às 20:06
  • Assine já 1€/1 mês
  • 5
  • ...

O Banco Montepio decidiu adotar mais medidas para apoiar as famílias, empresas e entidades da economia social penalizadas pelo impacto da Covid-19. Em causa está a duplicação da conta ordenado para os clientes particulares, mas também uma linha de curto prazo para as empresas.

"O Banco Montepio lançou três apoios para ajudar famílias, empresas e instituições do setor social a minimizar o impacto causado pelo surto da Covid-19, que pôs o país em estado de emergência", de acordo com um comunicado divulgado pelo banco, esta sexta-feira, 20 de março. Estas medidas vão estar em vigor durante três meses. 

 

Para as famílias, o banco diz ir dar "a possibilidade de duplicarem o plafond da conta ordenado, além da condição normal de que dispõem". Os clientes ficam, desta forma, com um plafond disponível igual a duas vezes o seu salário. Ou seja, ficam com mais liquidez disponível, mas a crédito. 

Haverá também para as famílias um aumento do limite do cartão de crédito. "O banco vai também disponibilizar, de forma ágil e sem burocracias, a opção de aumento do limite do cartão de crédito, por forma a apoiar eventuais necessidades imediatas a que as famílias tenham de atender", explica a instituição financeira.

 

Para as empresas, o Banco Montepio disponilizará uma linha de curto prazo, com maturidade até seis meses, "para ajudar as micro, pequenas e médias empresas a fazer face a dificuldades de tesouraria momentâneas, por forma a poderem continuar a operar sem disrupções". 

 

O banco liderado por Pedro Leitão indica ainda estar a acompanhar as iniciativas que estão a ser estudadas pelo Governo e o Banco de Portugal, "nomeadamente a possibilidade do adiamento das prestações do crédito habitação e do crédito ao consumo". Um passo que já foi, entretanto, dado pela Caixa Geral de Depósitos. 

 

Estas medidas são adotadas depois de o Banco Montepio ter aderido às linhas disponibilizadas pelo Governo para apoiar as empresas e ter lançado uma linha de crédito para o setor social.

Ver comentários
Saber mais Montepio Covid-19
Mais lidas
Outras Notícias