Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

BPI disponibiliza crédito a empresas e isenta algumas comissões a comerciantes

O BPI vai disponibilizar 200 milhões de euros em crédito para apoiar a tesouraria das empresas e isentar de comissões mínimas os terminais de pagamento automáticos dos comerciantes, informou em comunicado.

BPI com custos relevantes
Lusa 18 de Março de 2020 às 20:26
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
Estas medidas destinam-se a "apoiar as empresas cuja atividade se encontra afetada pelos efeitos económicos resultantes do surto de Covid-19", disse o banco em comunicado, considerando que permitirão reduzir a pressão sobre a tesouraria face a uma pandemia com um "impacto excecional" negativo no volume de negócios.

Segundo o banco, será disponibilizada uma linha de crédito no valor de 200 milhões de euros, com prazo de vigência até maio de 2020, dos quais 160 milhões de euros para 'fundo de maneio' e 40 milhões de euros para "'plafond' de tesouraria".

Todas as empresas são elegíveis, qualquer que seja a dimensão, e o montante máximo por empresa será de 1,5 milhões de euros.

O banco eliminou ainda a comissão mínima cobrada aos comerciantes nos Terminais de Pagamento Automático (TPA) para "facilitar a aceitação de pagamentos de baixo montante" com cartão, reduzindo o uso de notas e moedas.

Além disso, suspendeu a cobrança da mensalidade do TPA aos comerciantes que encerrem a sua atividade temporariamente.

Por fim, o banco indicou que alargou os serviços para empresas nos canais digitais e automáticos e que está a fomentar a utilização pelos clientes empresariais das 150 máquinas 'self-service' e ATM instaladas nos seus balcões para operações correntes, como depósitos em cheque ou numerário, consultas, requisição de cheques e troco de notas por moedas.

Também hoje a Caixa Geral de Depósitos (CGD) apresentou várias medidas de apoio a empresas, mas também a clientes particulares, incluindo flexibilização nos pagamentos de créditos, para fazer face ao impacto do surto de Covid-19.

Em Portugal, a Direção-Geral da Saúde (DGS) elevou hoje o número de casos confirmados de infeção para 642, mais 194 do que na terça-feira. O número de mortos no país subiu para dois.

Dos casos confirmados, 553 estão a recuperar em casa e 89 estão internados, 20 dos quais em Unidades de Cuidados Intensivos (UCI).

O boletim divulgado pela DGS assinala 5.067 casos suspeitos até hoje, dos quais 351 aguardavam resultado laboratorial.

Das pessoas infetadas em Portugal, três recuperaram.
Ver comentários
Saber mais BPI Covid-19 TPA empresas comerciantes comissões
Mais lidas
Outras Notícias