Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

CEO do Bankinter defende que espanholização é "polémica irrelevante e artificial"

María Dolores Dancausa mostra-se orgulhosa de estar em Portugal e defende que empresas, mesmo de origens diferentes, respondem às mesmas normas.  

A carregar o vídeo ...
Diogo Cavaleiro diogocavaleiro@negocios.pt 08 de Abril de 2016 às 12:37
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

A presidente executiva do Bankinter, María Dolores Dancausa (à esquerda na foto), defende que a polémica em torno da espanholização da banca portuguesa é "artificial".

"Se as empresas são espanholas ou italianas ou francesas creio que é irrelevante", indicou a banqueira espanhola, na conferência de imprensa desta sexta-feira, 8 de Abril, em que se falou da estratégia do Bankinter após a compra, por 86 milhões de euros, do Barclays em Portugal.

"É claro que somos espanhóis. Mas estou orgulhosíssima de estar aqui", continuou María Dolores Dancausa, adiantando que se vive num "mundo global" e que espanhóis e portugueses vivem "praticamente sob as mesmas normas". "É absolutamente irrelevante".

O que importa, segundo a banqueira, é que "as empresas apostem e acreditam no futuro do país". María Dolores Dancausa defende que é o caso do Bankinter.

O banco espanhol comprou as 84 agências do Barclays por 86 milhões de euros. A entrada dá-se numa altura em que se fala na espanholização da banca devido à possibilidade de o La Caixa aumentar a sua força no BPI e após o Santander ter adquirido o Banif.

Ver comentários
Saber mais Bankinter Barclays María Dolores Dancausa
Mais lidas
Outras Notícias