Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Implosão da Wirecard atinge balanço dos bancos europeus

São 15 os bancos europeus que fazem parte de um consórcio que emprestou 1,75 mil milhões de euros à Wirecard.

Reuters
Negócios com Bloomberg 06 de Agosto de 2020 às 12:44
  • Assine já 1€/1 mês
  • 10
  • ...

A Wirecard, depois de uma queda financeira aparatosa, está a deixar um buraco nos balanços dos bancos da Europa.

Apenas três dos maiores credores da firma de pagamentos alemã divulgaram os respetivos resultados financeiros até ao momento, mas o Commerzbank e o grupo ING foram ambos atingidos em 175 milhões de euros, revelam pessoas familiarizadas com este assunto à Bloomberg. Esta quantia representa mais de metade dos lucros relativos ao segundo trimestre destas instituições. No caso do Credit Agricole, a perda foi de cerca de 110 milhões de euros.

O Commerzbank, ING e o Credit Agricole são apenas três dos 15 bancos que fazem parte de um consórcio que emprestou 1,75 mil milhões de euros à Wirecard. O ABN Amro Bank e o Landesbank Baden-Wuerttemberg têm, cada, uma exposição de 180 milhões de euros a esta empresa. Já o Barclays, DZ Bank e o Lloyds Banking Group emprestaram cerca de 110 milhões de euros cada.

A Wirecard  deu início ao processo de insolvência em junho, depois de se ter tornado protagonista de um escândalo financeiro que pôs a descoberto um buraco de cerca de 2 mil milhões de euros.  A firma admitiu que os 1,9 mil milhões de euros que tinha registados como ativos, e que a auditora EY tinha dado como desaparecidos, provavelmente nunca existiram. Uma quantia que representa cerca de um quarto do valor da Wirecard na folha de balanço.

Ver comentários
Saber mais Wirecard Europa Commerzbank ING mercado e câmbios mercado financeiro
Mais lidas
Outras Notícias