Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Limite de 50 euros para "contactless" torna-se definitivo, confirma BdP

O recurso aos pagamentos através de tecnologia "contactless" duplicou nos últimos meses e, por isso, o limite de 50 euros, sem necessidade de PIN, vai tornar-se definitivo.

Rafaela Burd Relvas rafaelarelvas@negocios.pt 13 de Julho de 2020 às 11:18
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
O limite de 50 euros para pagamentos realizados com a tecnologia "contactless", introduzido em março como resposta à pandemia, vai tornar-se definitivo. A medida, que já tinha sido sugerida por Hélder Rosalino, administrador do Banco de Portugal (BdP), é agora confirmada oficialmente pelo regulador da banca.

"Perante o crescimento registado na utilização desta tecnologia, a comunidade bancária nacional, em articulação com o Banco de Portugal e com a SIBS, decidiu, agora, tornar permanente o limite de 50 euros para a realização de pagamentos contacless sem necessidade de introduzir o PIN", adianta o BdP, em comunicado emitido esta segunda-feira, 13 de julho.

O montante máximo para pagamentos realizados com esta tecnologia foi aumentado de 20 para 50 euros no dia 25 de março de 2020. A medida surgiu como uma resposta à pandemia, numa altura em que se incentiva o menor contacto físico possível, e iria vigorar até ao final do primeiro semestre deste ano.

No mês passado, em entrevista ao Negócios e à Antena 1, Hélder Rosalino já tinha dito que esse prazo seria reavaliado e que o regulador já estava a estudar, com o sistema bancário e com as entidades que representam os comerciantes, um aumento permanente do limite de pagamentos por "contactless".

A medida é agora oficializada, perante a adesão do público à mesma. "Os consumidores passaram a recorrer à tecnologia contactless em cerca de 20% das compras com cartão, praticamente duplicando o nível de utilização existente antes da pandemia".


Utilização da tecnologia "contactless" cresceu 123% em abril
A carregar o vídeo ...
Hélder Rosalino, administrador do Banco de Portugal, em entrevista ao Negócios e Antena 1.
Ver comentários
Saber mais contactless pagamentos cartões banco de portugal
Mais lidas
Outras Notícias