Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Novo Banco perdeu 329 milhões em venda a fundo com ligações ao seu chairman

A operação está a ser investigada pela Autoridade Europeia de Mercados e Títulos, na sequência de uma queixa. Estão em causa quase 200 imóveis, vendidos com um desconto de perto de 70%.

Ricardo Pereira/Sábado
Negócios 08 de Julho de 2020 às 08:57
  • Assine já 1€/1 mês
  • 23
  • ...
O Novo Banco perdeu 328,8 milhões de euros na venda de 195 imóveis a entidades ligadas ao fundo norte-americano Cerberus. Este fundo é o principal acionista do banco BAGAW P.S.K, que era gerido por Byron Haines, antes de ter ido para chairman da instituição portuguesa. A notícia foi avançada esta quarta-feira pelo jornal Público.

Segundo o jornal, a venda de ativos com desconto de quase 70% está agora a ser investigada pela ESMA, a Autoridade Europeia de Mercados e Títulos, na sequência de uma queixa. Em causa está a transação de 195 propriedades (unidades industriais, comerciais, residenciais, terrenos e estacionamentos) que estavam avaliadas no banco por 487,8 milhões de euros. Estes imóveis foram vendidos em agosto do ano passado por 159 milhões de euros, ou seja, com um desconto de 67,9%, gerando um prejuízo avultado para o Novo Banco, num momento em que o mercado imobiliário em Portugal estava em alta, explica o jornal.

Byron Haines foi uma escolha do fundo Lone Star, em outubro de 2017, depois da compra de 75% do Novo Banco. Preside ao Conselho Geral e de Supervisão da instituição financeira portuguesa e a outros órgãos de controlo interno do banco.
Ver comentários
Saber mais Novo Banco imóveis Cerberus Byron Haines
Mais lidas
Outras Notícias