Banca & Finanças Paulo Macedo: "A Caixa é o banco líder em Portugal e vai manter-se assim"

Paulo Macedo: "A Caixa é o banco líder em Portugal e vai manter-se assim"

O líder do banco público destacou que a reestruturação vai servir para "apoiar melhor" tanto as empresas como os clientes particulares.
Paulo Macedo: "A Caixa é o banco líder em Portugal e vai manter-se assim"
Correio da Manhã
André Cabrita-Mendes 07 de março de 2017 às 10:12

O processo de reestruturação da Caixa Geral de Depósitos (CGD) vai permitir melhorar o apoio às empresas e aos particulares, defende Paulo Macedo. "A Caixa Geral de Depósitos é o banco líder em Portugal e vai manter-se assim", disse o presidente executivo da instituição esta terça-feira, 7 de Março.

 

"A CGD está num processo de solidez, de recapitalização, mas também está num processo de reestruturação para apoiar melhor as empresas, para continuar a apoiar os particulares, e para continuar a oferecer perspectivas de negócio", afirmou durante a 5ª conferência franco-portuguesa em Lisboa.

 

O gestor destacou o "apoio" prestado pelo banco na Comunidade de Países de Língua Oficial Portuguesa (CPLP), estando presente nestes sete países, sendo "líder em cinco" deles.

 

"Vamos manter esta liderança oferecendo uma oferta de serviços e produtos financeiros, com valor acrescentado, uma relação com quadros preparados para ajudar quem trabalha nas empresas a procurar novos mercados e a investir no aumento da produção", destacou.

 

Perante uma plateia de gestores e empresários franceses e portugueses, Paulo Macedo também destacou o acompanhamento da Caixa junto de 1.800 empresas francesas, "o que representa um importante potencial de negócio e uma oportunidade para as empresas. A presença internacional da Caixa permite que seja um parceiro de eleição".

 

"Tal como as fortes relações que existem entre Portugal e França, entre as empresas portuguesas e francesas, que vão manter-se e perdurar durante 5, 10, 20 anos, também a Caixa estará cá para apoiar essas empresas sejam portuguesas sejam francesas".

 

Sobre a presença de empresas francesas e cidadãos franceses em Portugal, o gestor sublinhou que Portugal é conhecido pela "segurança e qualidade de vida", e em conjunto com a "abertura ao exterior e a partilha de valores" com França, torna o "país atractivo para investir e para viver". Defendeu assim que a "marca Portugal tem extrema importância e que é importante" manter esta marca.

 

Para terminar, comparou a abertura ao exterior que faz parte da identidade das capitais dos dois países. "Lisboa, tal como Paris, é uma cidade da luz, não pelo seu sol, mas sim porque é uma cidade aberta que recebe e acolhe os outros".




pub

Marketing Automation certified by E-GOI