Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Mais de metade dos portugueses preocupados com subida de preços nas compras de Natal

Inquérito levado a cabo pela tecnológica Salesforce sobre os hábitos dos consumidores na quadra natalícia antecipa aumento das compra face ao ano passado, apesar das preocupações dos portugueses nomeadamente com a subida dos preços.

Apesar do Natal, o comércio a retalho continuou com o volume de negócios prejudicado no final do ano passado.
Pedro Catarino
Negócios 23 de Novembro de 2021 às 18:59
  • Partilhar artigo
  • 1
  • ...

Apesar de 54% se mostrarem "preocupados" com a atual subida de preços e 46% "com o facto de terem menos dinheiro este ano para gastarem nesta época festiva", face ao ano passado, vai haver mais portugueses às compras de Natal. Pelo menos a avaliar pelo resultado de um inquérito levado a cabo pela Salesforce sobre os hábitos dos consumidores na quadra natalícia.

Em comunicado, enviado esta terça-feira às redações, a tecnológica indica que 80% dos consumidores nacionais compraram presentes de Natal no ano passado, apontando que essa percentagem sobe para 86% em 2021.

Os dados figuram do mais recente Salesforce Holiday Insights Survey que sinaliza que a maioria dos portugueses (57% contra 45% em 2020) começa a fazer compras de Natal em novembro, "não havendo uma tendência de antecipação".

Já sobre o formato das compras, a Salesforce refere que 74% dos consumidores irá comprar presentes de natal em lojas físicas, embora observe que 77% irá também fazer alguma compra online. Isto ainda que "51% dos consumidores demonstrem alguma preocupação em fazerem compras em lojas físicas e de forma presencial" devido a questões de segurança relacionadas com a pandemia, refere a empresa tecnológica na mesma nota.

A qualidade do produto figura como o aspeto que os consumidores portugueses mais valorizam (74%), seguindo-se os descontos (71%), indica a Salesforce, apontando que há também "um número crescente" (este ano de 22%) que destaca a sustentabilidade como fator de escolha relevante.

O estudo, com uma amostra total de 11.738 consumidores na Austrália, Nova Zelândia, Brasil, Canadá, França, Alemanha, Japão, Portugal, Espanha, Reino Unido e Estados Unidos, foi efetuado entre 19 de outubro e 1 de novembro.

Ver comentários
Saber mais Salesforce economia negócios e finanças bens de consumo comércio
Outras Notícias