Construção abranda em Julho

Depois de ter crescido ao ritmo mais rápido em 12 anos, o índice de produção na construção abrandou ligeiramente, ao crescer 3,8% em Julho, segundo o INE.
Bruno Simão
pub
Susana Paula 11 de setembro de 2018 às 11:50

O índice de produção na construção cresceu 3,8% em Julho em termos homólogos, abrandando face ao mês anterior, revelou o Instituto Nacional de Estatística (INE) esta terça-feira, dia 11 de Setembro.

Em Junho, a construção tinha aumentado 4% em termos homólogos, o valor mais alto desde Março de 2006, último mês em que há registos.
Segundo o INE, este desempenho em Julho deve-se ao segmento de engenharia civil que também abrandou, ao crescer 3,2% depois de ter aumentado 4,3% no mês anterior.


Este abrandamento da engenharia civil acabou assim por atenuar, no índice, a aceleração de 0,4 pontos percentuais do segmento construção de edifícios, que cresceu 4,2% em Julho.

Ao mesmo tempo que há um crescimento na construção, verifica-se também um aumento do emprego e das remunerações no sector. O índice de emprego cresceu 2,6% em Julho em termos homólogos (mantendo o ritmo verificado no mês anterior).


Já as remunerações aumentaram 5,5% em Julho, abrandando face ao mês anterior (quando cresceram 6,7%).

pub

pub