Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Liga vai deixar de ser Nos depois de junho de 2021

A Nos comunicou à Liga Portugal de Futebol que não irá renovar o contrato de patrocinador principal e de "naming sponsor" em vigor até ao final de junho do próximo ano, pondo assim fim a uma parceria iniciada em 2014.

David Santiago dsantiago@negocios.pt 22 de Maio de 2020 às 17:52
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
A primeira liga de futebol nacional vai deixar de ser patrocinada pela Nos depois do final da próxima época desportiva de 2020-21, segundo comunicou a operadora de telecomunicações e de acordo com um comunicado enviado pela Liga Portugal às redações.

A Nos decidiu assim não renovar o contrato de patrocinador principal e de "naming sponsor" da primeira liga de futebol que está em vigor até ao final de junho do próximo ano.

"A Liga Portugal foi informada pela Nos da sua intenção em não renovar, no final da próxima época, o contrato de patrocinador principal e ‘naming sponsor’ da sua principal competição, a Liga NOS, atualmente em vigor até final de junho de 2021", lê-se na nota enviada às redações.

No mesmo comunicado, "a direção executiva da Liga Portugal deixa uma palavra de profunda gratidão à aposta feita pela marca, no período de sete anos, e que se traduziu num crescimento do valor da prova, também alavancado por esta aliança".

A direção da Liga Portugal salienta que a Nos teve o "’naming sponsor’ exclusivo mais longo da história da I Liga, com um contrato que se iniciou em 2014".

Por seu turno, também em comunicado, a Nos diz entender "ser oportuno informar da sua intenção de não renovação da parceria que celebrou com a Liga Portuguesa de Futebol Profissional após o término da época de 2020-2021".

"Esta decisão resulta de uma avaliação que a empresa tem vindo a realizar há já alguns meses e da qual resultou a conclusão que, após sete épocas, o valor que esta parceria representava para ambas as partes e os objetivos que lhe estiveram subjacentes estarão totalmente atingidos", acrescenta o comunicado da operadora.

Parece ser este o desfecho do mal-estar entre o presidente da Liga, Pedro Proença, e a Nos, liderada por Miguel Almeida. Segundo noticiou o Record a 20 de maio, a relação entre Proença e a Nos degradou-se ao ponto de a operadora de telecomunicações ter decidido deixar de ser o principal patrocinador da I Liga uma vez concluído o contrato renovado em julho de 2017. 

Em causa estará uma carta remetida por Pedro Proença ao Governo e ao Presidente da República em que o ex-árbitro de futebol defendeu que as 10 jornadas em falta para a conclusão do campeonato deste ano (2019-20), suspenso devido à pandemia, fossem transmitidos na televisão em sinal aberto.

Pedro Proença lidera a Liga desde 2015, tendo sido reeleito em junho do ano passado. Face à contestação de vários clubes, entre os quais estarão o FC Porto e o SL Benfica, Proença pediu a marcação de uma assembleia geral da Liga, para o próximo dia 9 de junho, tendo feito depender a continuidade no cargo da aprovação de uma "moção de confiança" de modo a que possa terminar o mandato em 2023.
Ver comentários
Saber mais Liga Portugal Nos I Liga Futebol Pedro Proença
Mais lidas
Outras Notícias