Desporto Manchester City troca Nike pela Puma e dá à marca o “maior acordo de sempre”

Manchester City troca Nike pela Puma e dá à marca o “maior acordo de sempre”

O campeão inglês fechou um contrato de patrocínio que o The Telegraph diz ser de 650 milhões de libras, com um prazo de 10 anos.
Manchester City troca Nike pela Puma e dá à marca o “maior acordo de sempre”
Reuters
Rita Faria 28 de fevereiro de 2019 às 15:59

O Manchester City, atualmente patrocinado pela Nike, vai deixar a marca norte-americana e passar a vestir equipamentos da Puma, depois de ter assinado um contrato de patrocínio com a multinacional alemã esta quinta-feira, 28 de fevereiro.

 

Apesar do valor deste contrato não ter sido divulgado pelas partes, o The Telegraph avança que se trata de um acordo a 10 anos de 650 milhões de libras (cerca de 759 milhões de euros).

 

O contrato, que tem início em julho, foi fechado entre a Puma e o City Football Group, o grupo fundado pelo vice-primeiro-ministro dos Emirados Árabes Unidos, o xeique Mansour bin Zayed Al Nahyan. O acordo estende-se a outras quatro equipas detidas pela empresa: o Melbourne City, da Austrália, o Girona, de Espanha, o Club Atlético Torque, do Uruguai e o Sichuan Jiuniu da China.

 

"A parceria da Puma com o City Football Group é o maior acordo que alguma vez fizemos – tanto em dimensão como em ambição", afirmou o CEO da Puma Bjorn Guiden, no comunicado revelado esta quinta-feira. "Estamos muito entusiasmados com esta parceria com o City Football Group, cujo sucesso, ambição e inovação levou-os a estabelecer novos padrões, tanto dentro como fora de campo".

 

O Manchester City vai assim integrar a lista de grandes clubes que são patrocinados pela Puma, e que inclui o Borussia Dortmund, o AC Milan, o Arsenal e o Olympique Marseille.

 

As ações da Puma estão a subir 2,18% para 492,50 euros, depois de já terem valorizado um máximo de 2,39% para 493,50 euros, o valor mais alto em um mês.  




Marketing Automation certified by E-GOI