Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Francesa Saint-Gobain investe 5,3 milhões em nova unidade na Maia

Em declarações à Lusa, o diretor geral da Saint-Gobain em Portugal, José Martos, disse que apesar de ainda não haver uma data prevista, a fábrica deverá abrir em 2021.

Lusa 21 de Julho de 2020 às 16:38
  • Partilhar artigo
  • 2
  • ...
A multinacional francesa Saint-Gobain anunciou hoje a abertura de uma nova unidade de produção na Maia, dedicada aos produtos abrasivos, que terá um investimento de 5,3 milhões de euros e que proporcionará mais de 200 novos empregos.

O anúncio foi feito durante a visita do Secretário de Estado Adjunto e da Economia, João Neves, às instalações do grupo em Aveiro.

Em declarações à Lusa, o diretor geral da Saint-Gobain em Portugal, José Martos, disse que apesar de ainda não haver uma data prevista, a fábrica deverá abrir em 2021.

"A obra está em marcha, mas os trabalhos não estiveram a decorrer de uma forma normal, devido a esta situação da pandemia e, portanto, estamos com incerteza sobre a data de abertura. Mas durante o próximo ano a fábrica estará pronta a funcionar", disse José Martos.

Além da nova unidade na Maia, a empresa vai abrir uma nova linha de pastas para a Saint-Gobain Weber, em Aveiro, que permitirá ampliar a capacidade de produção com o objetivo de fornecer o mercado da península ibérica.

Foi ainda anunciada a aposta em tecnologia sofisticada, na fábrica de Santo Tirso, o que incrementará a capacidade, a produtividade e a produção de novos formatos de vidros para fachadas, bem como a expansão dos seus armazéns no Carregado.

José Martos diz que o mercado do setor da construção em Portugal "está forte", havendo um volume importante de obras em marcha.

"Apesar da pandemia, acho que o setor da construção, provavelmente, foi um dos setores menos afetados e a situação ainda é muito boa", disse o direto geral da Saint-Gobain em Portugal.

Fundada há mais de 350 anos, a Saint-Gobain está presente em Portugal desde 1962. Tem 11 empresas, oito fábricas e 750 colaboradores, mantendo uma forte atividade de Investigação e Desenvolvimento (I&D) localizada em Aveiro.

Em Portugal, o grupo ligado ao setor automóvel, da indústria e da construção, teve vendas de 230 milhões de euros em 2019.
Ver comentários
Outras Notícias