Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

IAPMEI acreditava que a fábrica da Cheyenne iria durar mais um ano

Afinal, estava tudo programado. A entrada do Estado no capital da Facontrofa, que comercializava a marca Cheyenne e cujos credores aprovaram agora a liquidação da empresa, pressupunha a aposta da Facontrofa na rede comercial e o fecho da fábrica.

Rui Neves ruineves@negocios.pt 01 de Julho de 2010 às 00:01
  • Partilhar artigo
  • 6
  • ...
Afinal, estava tudo programado. A entrada do Estado no capital da Facontrofa, que comercializava a marca Cheyenne e cujos credores aprovaram agora a liquidação da empresa, pressupunha a aposta da Facontrofa na rede comercial e o fecho da fábrica.

"O abandono da actividade industrial pela empresa (...) constituiu um objectivo do plano de recuperação da empresa, atendendo a que era um sector deficitário com implicações importantes na destruição de valor", explicava o presidente do IAPMEI, Luís Filipe Costa, na carta publicada na edição de anteontem do Negócios, ao abrigo do Direito de Resposta. logo_empresas

Ver comentários
Outras Notícias