Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Lucros da Renault batem estimativas no trimestre

A Renault revelou hoje os resultados para o segundo trimestre de 2010. Os lucros bateram as estimativas à medida que a recuperação económica aumenta a procura de automóveis.

Lucros da Renault batem estimativas no trimestre
Ana Catarina Gonçalves 30 de Julho de 2010 às 10:47
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
A Renault revelou hoje os resultados para o segundo trimestre de 2010. Os lucros bateram as estimativas à medida que a recuperação económica aumenta a procura de automóveis.

A segunda maior produtora de automóveis em França revelou hoje que alcançou um lucro de 780 milhões de euros no passado trimestre, valor que compara com uma perda de 2,73 mil milhões de euros em termos homólogos, noticia a Bloomberg.

Os resultados acabaram por bater as estimativas dos analistas consultados pela agência, que esperavam lucros em torno dos 377 milhões de euros, tendo a empresa registado um aumento de 23% nas suas vendas, que chegaram aos 19,67 mil milhões de euros.

“Estes números são melhores que o esperado, mas também o foram os da Peugeot e da Volkswagen. O que é particularmente confortante aqui é o modo como a Renault cortou a sua dívida”, afirmou à agência Gaetan Toulemonde, analista do Deutsche Bank AG, em Paris, que recomenda a compra das acções da empresa.

A produtora automóvel conseguiu reduzir a sua dívida industrial líquida em 21%, ou 1,26 mil milhões de euros, para os 4,66 mil milhões de euros, e afirmou que o próximo trimestre será importante para determinar a visibilidade para o resto do ano e início de 2011.

A empresa introduziu cortes para amenizar a crise económica, dos quais Carlos Ghosn, CEO da empresa, acreditar estarem agora a colher-se os frutos. Os cortes nas compras acabaram por contribuir com 330 milhões de euros, aos quase se juntam 112 milhões de euros com os cortes nos gastos com as matérias-primas. Num comunicado citado pela agência, Ghosn afirma que “num ambiente de incerteza na segunda metade de 2010, o grupo irá continuar a focar-se no seu objectivo central de gerar fluxo de dinheiro positivo”.

Ver comentários
Outras Notícias