Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Nasce um vale tecnológico em Matosinhos pela mão da Farfetch e Castro Group

A Farfetch e o Castro Group apresentaram novos escritórios focados na inovação, sustentabilidade e bem-estar. Este vale tecnológico, localizado em Matosinhos, reserva 81% dos espaços exteriores totalmente abertos à comunidade.

Negócios jng@negocios.pt 24 de Setembro de 2021 às 20:41
  • Partilhar artigo
  • 3
  • ...

A Farfetch, plataforma global para a moda de luxo, e o Castro Group – que atua nas áreas de promoção imobiliária e construção – apresentaram hoje, publicamente, o projeto Fuse Valley, o futuro vale tecnológico que irá nascer em Matosinhos, nos próximos quatro anos.

 

Os detalhes do novo complexo futurista – que assenta em três pilares fundamentais: inovação, sustentabilidade e bem-estar – foram apresentados hoje, numa cerimónia que contou com as presenças do ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, Pedro Siza Vieira, a presidente da Câmara Municipal de Matosinhos, Luísa Salgueiro e, ainda, o arquiteto dinamarquês do projeto, Bjarke Ingels, e o partner do Bjarke Ingels Group, João Albuquerque.

 

O projeto do vale tecnológico idealizado pelo BIG - Bjarke Ingels Group e, subinha a Farfetch em comunicado, é "candidato a ser o empreendimento mais sustentável de Portugal e dos mais sustentáveis da Europa".

 

O Fuse Valley "será um espaço de fusão e encontro, onde empresas, cultura, arte e a comunidade se fundem e se conectam. Por isso, uma das particularidades deste projeto é o facto de 81% dos espaços exteriores serem totalmente abertos à comunidade, numa total harmonia e respeito pelo meio-ambiente envolvente", frisa o documento.

 

"Este empreendimento traduz os novos conceitos de trabalho num espaço físico desenhado para privilegiar a flexibilidade, mas também a conexão entre os colaboradores e a ligação com a comunidade".

 

A Farfetch salienta que este vale se assume como "o melhor dos dois mundos, onde será possível criar as melhores condições para que os seus colaboradores se sintam confortáveis no seu dia-a-dia e tenham ao seu dispor ferramentas para melhorarem o seu bem-estar, e ao mesmo tempo permita promover a colaboração e o sentido de equipa".

 

Assim, "a empresa desenvolveu um plano para a criação de espaços, como uma creche para os filhos dos colaboradores, uma academia focada no bem-estar e também salas para a prática de meditação, ioga e exercício, promovendo a saúde física e mental, num vale que, pela sua simbiose com a natureza, tem por si só uma proposta de valor diferenciadora".

 

"Na nossa visão do futuro do trabalho, os espaços da empresa são mais do que espaços de trabalho, são núcleos de conexão, de criatividade e inovação, mas são também espaços onde queremos criar as condições para promover o bem-estar. No Fuse Valley queremos reunir as condições que permitam que as pessoas se sintam incluídas num espaço que é facilitador de modelos de trabalho híbridos onde o presencial e o remoto se encontram em perfeita simbiose, e onde se promove a cultura da empresa", diz José Neves, CEO e chairman da Farfetch.

 

Por sua vez, o Castro Group irá incluir no seu programa imobiliário 62.800 m2 de escritórios disponíveis para acolher outras empresas, um hotel com 75 quartos e 42 apartamentos, 5.000 m2 de espaços para comércio e serviços de suporte ao empreendimento, como áreas de restauração, ginásio e SPA, bem como um anfiteatro ao ar livre disponível para receber mostras de arte, palestras e workshops.

 

Segundo Paulo Castro, CEO do Castro Group, "o Fuse Valley é a interpretação perfeita da nossa regra de ouro, aplicada a todos os nossos projetos: localização, inovação, sustentabilidade e tecnologia. O que vamos fazer nascer em Matosinhos é algo ímpar e que coloca este espaço no mapa internacional do que melhor se faz quer ao nível da sustentabilidade, quer ao nível da inovação. Com este empreendimento propomo-nos desenvolver uma smart city, ou neste caso, um smart valley".

 

"Ambicionamos construir um total de 24 edifícios, 14 dos quais prevemos  que estejam construídos até 2025. Destes, 7 são para os espaços da Farfetch e os restantes 7 serão edifícios promovidos pelo Castro Group, incluindo o  hotel", frisou.

Ver comentários
Saber mais Farfetch Castro Group Matosinhos Fuse Valley Bjarke Ingels Group
Outras Notícias