Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Parceria entre Millennium Angola e Atlântico remonta a 2008

Desde 2008 que o Millennium Angola e o Banco Atlântico têm uma parceria, traduzida na troca de participações accionistas entre as duas instituições angolanas. O Atlântico é controlado pelo banqueiro angolano Carlos Silva, vice-presidente não executivo do BCP.

Maria João Gago mjgago@negocios.pt 08 de Outubro de 2015 às 18:27
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

A fusão do Millennium Angola e do Atlântico vai permitir a integração das operações angolanas de duas instituições que são parceiras desde 2008, BCP e Banco Privado Atlântico. Até aqui, esta parceria traduzia-se, sobretudo, no cruzamento de participações entre o Millennium Angola e o Banco Atlântico, controlada pelo banqueiro angolano Carlos Silva, também vice-presidente não executivo do BCP.

 

Esta instituição, em que Carlos Silva tem uma posição directa (19,32%) e através da Global Pactum (72,35%), já tem 15% do banco do BCP em Angola. Além disso, a Global Pactum tem 5% do Millennium Angola. Por seu turno, o banco que a instituição liderada por Nuno Amado tem em Angola possui 6,66% do Atlântico.

 

Além de principal accionista do Atlântico, Carlos Silva é também vice-presidente não executivo do BCP, sendo o banqueiro da Sonangol, que com 17% do capital continua a ser o maior accionista do grupo português e é também apontada como sendo accionista da Global Pactum. Além disso, o banqueiro angolano controla a Interoceânico, que tem 2,52% do BCP.

Ver comentários
Saber mais BCP Atlântico Carlos Silva Millennium Angola Sonangol
Outras Notícias