Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Gasolina sobe para máximos desde abril de 2013. Este ano, preço aumentou 20 cêntimos/litro

Os preços dos combustíveis vão sofrer uma nova subida na próxima semana, com a gasolina a destacar-se com o preço mais alto dos últimos oito anos.

Gonçalo Almeida goncaloalmeida@negocios.pt 18 de Junho de 2021 às 15:18
  • Assine já 1€/1 mês
  • 18
  • ...
Os preços dos combustíveis deverão sofrer a sua terceira subida semanal consecutiva a partir da próxima segunda-feira, dia 21 de junho, mesmo com um novo aumento de restrições à circulação da população para entrar e sair da Área Metropolitana de Lisboa, ao fim de semana, devido à propagação da covid-19. 

De acordo com os cálculos do Negócios, o preço da gasolina simples 95 deverá ter uma subida ligeira de 0,5 cêntimos por litro, mas será o suficiente para renovar máximos desde abril de 2013. A partir da próxima semana cada litro deste ativo passará a custar 1,619 euros.

Só em 2021, atestar um carro com motor a gasolina ficou 20 cêntimos (+15%) mais caro a cada litro. Se gastar 30 litros deste combustível por semana, e caso utilize postos de combustível em Portugal, estará a pagar mais 6 euros por semana face ao que gataria no final do ano passado, o que dará um valor aproximado de 24 euros por mês adicionais. 

No caso do gasóleo simples, a subida da próxima semana deverá ser de 1 cêntimo por litro para os 1,420 euros, um máximo desde janeiro deste ano. O preço de cada litro deste combustível subiu mais de 15 cêntimos este ano ou 12%. 






Os cálculos têm por base a evolução destes dois derivados do petróleo (gasóleo e gasolina) e do euro. Mas o custo dos combustíveis na bomba dependerá sempre de cada posto de abastecimento, da marca e da zona onde se encontra.

Os novos preços têm em conta as variações calculadas pelo Negócios face ao preço médio praticado em Portugal esta semana e anunciado pela Direção Geral de Energia e Geologia (DGEG). 

Os cálculos do Negócios têm por base contratos diferentes dos seguidos pelas petrolíferas (ainda que a evolução costume ser semelhante), sendo que os dados disponíveis para o Negócios só estão disponíveis até quinta-feira (faltando um dia de negociação).
Ver comentários
Saber mais Negócios Portugal economia negócios e finanças preços macroeconomia energia combustíveis gasóleo gasolina
Outras Notícias