Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Capitaland lucrou menos 33% no terceiro trimestre

A CapitaLand, maior promotor imobiliário do Sudeste Asiático, teve uma queda de 33% no lucro do terceiro trimestre, com os ganhos a recuarem para 281,3 milhões de dólares de Singapura (134,5 milhões de euros).

Miguel Prado miguelprado@negocios.pt 27 de Outubro de 2009 às 12:46
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A CapitaLand, maior promotor imobiliário do Sudeste Asiático, teve uma queda de 33% no lucro do terceiro trimestre, com os ganhos a recuarem para 281,3 milhões de dólares de Singapura (134,5 milhões de euros). No ano passado os lucros da CapitaLand tinham sido impulsionados por ganhos decorrentes da venda de activos.

Este ano a imobiliária asiática já não alcançou o mesmo resultado, apesar de as receitas terem crescido 75%, para 1,05 mil milhões de dólares de Singapura (502,3 milhões de euros). Mas a queda de 33% do lucro do terceiro trimestre foi, ainda assim, a mais leve dos últimos 12 meses, com a CapitaLand a tirar partido da recuperação económica global, segundo noticiou a Bloomberg.

Um analista de Singapura comentou que “os resultados foram bastante razoáveis”. Sinais positivos vêm também de Espanha, onde ontem a ministra das Finanças, Elena Salgado, afirmou que o mercado imobiliário espanhol já não está em queda livre. “Nos últimos meses tem havido alguns sinais de que o sector já não está em queda livre”, disse Elena Salgado numa conferência em Madrid. Entretanto, o mercado de investimento institucional europeu continua a registar algumas transacções.

Uma das últimas passou pela venda de um edifício de escritórios em Duisburgo, na Alemanha, a um fundo especial da Deka Immobilien. Com isso, o vendedor, a Immofinanz Immobilien, encaixou cerca de 35 milhões de euros.
Ver comentários
Outras Notícias