Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Dinamarquesa Ecco investiu 20 milhões e já emprega 1.169 pessoas na Feira

A multinacional dinamarquesa de calçado Ecco, que tinha abandonado a produção em série em Portugal, investiu 20 milhões de euros na sua fábrica de Santa Maria da Feira, onde já emprega 1.169 pessoas e produz 2,8 milhões de pares de sapatos anuais. E vai abrir mais cinco lojas próprias no nosso País.

Correio da Manhã
Rui Neves ruineves@negocios.pt 23 de Setembro de 2015 às 20:45
  • Assine já 1€/1 mês
  • 9
  • ...

A dinamarquesa Ecco, segunda maior produtora mundial de calçado casual, sendo reconhecida como uma das marcas de sapatos mais inovadora e de maior prestígio do mundo, chegou a Portugal em 1984, quando decidiu investir na sua primeira fábrica fora do país de origem.

Instalada na freguesia de São João de Ver, em Santa Maria da Feira, chegou a ser a maior produtora de calçado em Portugal, empregando cerca de 1.700 operários. Na década de 90, a empresa atingiu uma produção de quatro milhões de pares de sapatos.


A partir de 2006, ano em que apenas fabricou 2,6 milhões de pares, os custos de produção começaram a aumentar. E em 2008 já só saíram 500 mil pares da fábrica portuguesa da Ecco. Entre 2006 e 2008, a empresa despediu perto de 500 pessoas.  


A multinacional nórdica acabou por abandonar a produção em série em Portugal, limitando a sua capacidade no nosso País a um centro de desenvolvimento de produto. Até que, na sequência das graves cheias no Outono de 2011 na Tailândia, que destruiu a sua base produtiva local, a Ecco decidiu voltar a produzir em Portugal. E em força.


De regresso a São João de Ver, cuja fábrica vai receber esta quinta-feira, 24 de Setembro, a visita do presidente da multinacional, Dieter Kasprzak, a Ecco está a um passo de ser novamente a maior fabricante de calçado em Portugal.


O Negócios sabe que a marca investiu cerca de 20 milhões de euros, nos últimos três anos, na modernização desta fábrica, tornando-a "numa das melhores e mais desenvolvidas, no sector do calçado, a nível mundial".


Esta unidade industrial produziu 2,2 milhões de pares de sapatos no ano passado, prevendo chegar aos 2,8 milhões de pares este ano. E já emprega 1.169 pessoas – 235 no departamento de I&D (investigação e desenvolvimento) e 934 na produção.


O processo de expansão da Ecco em Portugal abrange também a rede de retalho da marca. Contando com algumas lojas em regime de "franchising", a multinacional dinamarquesa, sabe ainda o Negócios, prevê abrir cinco lojas próprias até ao final do próximo ano.

No próximo dia 29, abre uma Ecco no Cascais Shopping, e, no dia seguinte, a do Freeport. Em breve chegará à Rua de Santa Catarina, no Porto.


Fundada em 1963, a Ecco é uma empresa familiar, que emprega perto de 20 mil trabalhadores em mais de 50 países, facturou 1,2 mil milhões de euros e teve lucros de 114 milhões de euros no ano passado. Os sapatos da marca dinamarquesa são vendidos em 88 países, num total de 3.060 lojas Ecco e em mais de 14 mil pontos de venda em todo o mundo.

Ver comentários
Saber mais Ecco Dieter Kasprzak
Outras Notícias