Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Cofina nega despedimentos na TVI

A Cofina garante que não pretende dispensar rostos conhecidos da estação de Queluz ou encerrar o canal TVI24, caso venha a fechar a aquisição da Media Capital. 

O CaixaBI recomenda “reduzir” na Cofina, depois do “impressionante” rally de 80% registado em 2017 ter deixado a acção sem potencial de valorização. O banco diz que a “baixa visibilidade” da evolução do negócio é o principal ponto fraco da empresa, pelo que a perspectiva para a evolução das receitas é “cautelosa”.
Miguel Baltazar/Negócios
Negócios jng@negocios.pt 09 de Setembro de 2019 às 07:45
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

"É totalmente falso que a Cofina, caso as negociações com a Media Capital tenham uma conclusão positiva, pretenda dispensar trabalhadores ou que no contexto das mesmas tenha interferido com a normal gestão da estação televisiva", afirmou ao Negócios fonte oficial da empresa.

 

O canal TVI24 também não será descontinuado, garantiu a mesma fonte, que adiantou ainda que a Cofina "não tem qualquer ligação ou relação com a TV Record". "No contexto das negociações em curso, a Cofina não fez, nem lhe compete fazer, qualquer exigência relativamente à gestão dos diferentes ativos", acrescentou. 

 

O Sol noticiou no sábado que a Cofina pretendia dispensar José Alberto Carvalho ou Judite de Sousa, bem como fechar a TVI24. 

 

No mês passado, a Cofina confirmou estar em conversações com a espanhola Prisa para a compra da TVI. A cotada liderada por Paulo Fernandes revelou ainda que se houver sucesso nas negociações com a Prisa, então avançará com a divulgação de um anúncio preliminar de oferta pública de aquisição OPA sobre as ações remanescentes da Media Capital, admitindo também a designação de um auditor externo para acompanhar o processo. 

Ver comentários
Saber mais Cofina TVI Media Capital TVI24 Prisa media
Mais lidas
Outras Notícias