Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Televisões britânicas pagam 5 mil milhões de euros para transmitir Premier League

As empresas britânicas Sky e a BT assumiram encargos praticamente equivalentes ao valor de mercado do BCP para transmitir jogos da Premier Legue a partir de 2019/2020. E ainda há jogos à venda.

Diogo Cavaleiro diogocavaleiro@negocios.pt 13 de Fevereiro de 2018 às 20:00
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

São 4,46 mil milhões de libras ou 5 mil milhões de euros, ao câmbio actual: é este o montante a que a Premier League vendeu 160 jogos do campeonato para as três temporadas iniciadas em 2019/2020. Em termos comparativos, é ainda superior ao equivalente ao valor de mercado do português Banco Comercial Português (4,5 mil milhões). Ponto importante: este valor não é para todas as partidas nestes anos, já que ainda há dois pacotes, dos sete existentes, que continuam por ser subscritos.

 

"A BT e a Sky ganharam os seguintes direitos de transmissão em directo da Premier League para as temporadas 2019/2020 – 2021/2022", assinala uma nota de imprensa da entidade, emitida esta terça-feira, 13 de Fevereiro. A Sky ganhou quatro pacotes de transmissão dos jogos, a BT um.

 

O valor agregado destes contratos são os 5 mil milhões de euros. A Reuters especifica que a Sky paga 3,58 mil milhões de libras – 4 mil milhões de euros – por 128 jogos em directo, distribuídos em quatro pacotes. A empresa do grupo de Ruper Murdoch (na foto) tem, actualmente, direitos sobre 126 jogos, sendo que a agência de informação diz que o valor agora conseguido para o futuro é inferior ao contrato que está em vigor.

 

A BT tem um acordo para pagar 885 milhões de libras – praticamente mil milhões de euros -, sendo que prevê a transmissão em directo de 32 partidas em três anos, correspondente a um dos pacotes que estava à venda.

 

Estes são cinco dos sete pacotes de direitos de transmissão televisiva da liga onde joga Chelsea, Manchester United e Manchester City – há ainda dois procedimentos, correspondentes a 40 partidas, que ainda não estão concluídos, mas há "interesse de vários candidatos", segundo a entidade gestora do campeonato de futebol. Contudo, o anúncio dos restantes cinco pacotes foi feito tendo em conta que tanto a BT como a Sky são empresas cotadas.

 

Até agora, o valor destes contratos está abaixo dos 5,14 mil milhões de libras, ou 5,8 mil milhões de euros ao câmbio desta terça-feira, pagos nos pacotes licitados em 2015.

 

Segundo o presidente da Premier League, Richard Scudamore, citado no comunicado, a contratação garante certeza aos clubes de futebol, permitindo assegurar a competitividade do campeonato e "investir sustentadamente em todas as áreas".

 

(Notícia actualizada às 20.06 com valor de mercado do BCP)

Ver comentários
Saber mais Sky Premier League BT futebol Rupert Murdoch
Mais lidas
Outras Notícias