Tecnologias PTM termina com parceria da Globo e SIC nos canais de cinema

PTM termina com parceria da Globo e SIC nos canais de cinema

A PT Multimédia constituiu uma parceria com a estação brasileira Globo e a SIC há cinco anos, nos canais de cinema da TV Cabo, que vai terminar a 31 de Maio deste ano, com a consequente, compra dos seus 46% na participada que geria os canais.
Bárbara Leite 26 de maio de 2003 às 14:11
A PT Multimédia constituiu uma parceria com a estação brasileira Globo e a SIC há cinco anos, nos canais de cinema da TV Cabo, que vai terminar a 31 de Maio deste ano, com a consequente, compra dos seus 46% na participada que geria os canais, anunciou Zeinal Bava, presidente da operadora.

Com o fim da parceria, a PTM vai adquirir a posição de 46% dos seus parceiros na Premium TV, que operava os canais Telecine Gallery e Telecine Premium.

«Era um acordo de parceria em que a empresa (Premium TV) tinha um objecto social que era a exploração deste contrato (da Telecine). Não havendo mais um contrato da Telecine, a empresa deixou de ter objecto social», explicou Zeinal Bava, no final da conferência de imprensa.

Sem querer especificar o valor exacto da transacção por ainda não estarem definidos os pressupostos da mesma, o presidente da PTM afirmou, no entanto, que «será um valor imaterial» para o grupo PT.

O valor a pagar aos parceiros SIC da Impresa [IPR] e dos brasileiros Globo será determinado em função dos «vários investimentos que estão feitos e que vão ter que ser valorizados», sublinhou o mesmo responsável.

Finda a parceria, a PTM vai passar a emitir os canais de Portugal que verão, a partir de 1 de Junho, os seus nomes alterados para Lusomundo Premium e Lusomundo Gallery.

Ao mesmo tempo, a TV Cabo irá disponibilizar três novos canais de cinema - Êxitos, Estreias e Clássicos - que permitirão ao utilizador alugar um filme directamente na televisão. Os filmes terão três preços distintos: 1,99 euros, 2,99 euros e 3,99 euros.

A mudança da designação dos canais vai ser acompanhada por uma alteração dos distribuidores, ao passar a incluir fornecedores nacionais e produção independente.

A TV Cabo altera a «base de alimentação da programação» ao nível internacional, com a integração de conteúdos dos estúdios da Columbia, Dreamworks, Disney, e mantendo, a Paramount.

Esta alteração não vai representar «investimentos significativos», afirmou Zeinal Bava que lembra que os preços das mensalidades não serão aumentados. Os cerca de 100 mil clientes possuidores de caixas descoficadores analógicas vão receber um «upgrade» nas caixas que passam a permitir encomendar filmes directamente da televisão.

As acções da PT Multimédia seguiam nos 15,44 euros, a ceder 1,03%.