Telecomunicações Nos investe 30 milhões de euros na Madeira

Nos investe 30 milhões de euros na Madeira

Num encontro para divulgar os investimentos que a empresa tem feito na região em parceria com a Huawei, o presidente executivo (CEO) da Nos, considerou que a Madeira tem a "rede móvel mais avançada do país".
Nos investe 30 milhões de euros na Madeira
Miguel Baltazar/Negócios
Lusa 17 de maio de 2018 às 15:16

O presidente executivo da Nos, Miguel Almeida, disse hoje, no Funchal que a empresa investiu nos últimos quatro anos 30 milhões de euros na Madeira, região que considerou ter a rede móvel "mais avançada do país".

 

Num encontro para divulgar os investimentos que a empresa tem feito na região em parceria com a Huawei, o presidente executivo (CEO) da Nos, considerou que a Madeira tem a "rede móvel mais avançada do país".

 

O investimento da Nos na Madeira tem como resultado a transformação total da sua rede fixa em 'All Gigabit', melhorando a sua capacidade, disponibilizando serviços 'Gigabit' aos seus clientes e uma modernização completa da rede móvel para tecnologia 4.5G, evolutiva para 5G.

 

"Foi na Madeira que a Nos disponibilizou pela primeira vez uma rede 3G e será aqui que queremos que se inicie a transição para a quinta geração de comunicações móveis", declarou.

 

No âmbito deste evento foi assinado um protocolo de parceria entre a Nos e a Universidade da Madeira com o objectivo de apoiar a investigação e desenvolvimento de iniciativas de matriz tecnológica e empresarial.

 

O presidente do Governo Regional, Miguel Albuquerque, marcou também presença no evento, no qual transmitiu que a Madeira quer ser "o grande centro tecnológico nacional em poucos anos".

 




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
Saber mais e Alertas
pub