Telecomunicações Oi pede mais tempo para concluir recuperação judicial

Oi pede mais tempo para concluir recuperação judicial

A Oi pediu ao juiz mais tempo para concluir a recuperação judicial.
Oi pede mais tempo para concluir recuperação judicial
Reuters
Alexandra Machado 09 de dezembro de 2019 às 10:36
A 4 de fevereiro de 2020 completava dois anos sobre a homologação do plano de recuperação judicial. E como tal cessava o prazo nessa data. Mas a Oi pediu mais tempo. 

Segundo comunicado da empresa de telecomunicações, foi pedido ao juiz o não encerramento do processo de recuperação judicial.

A Oi informou ter requerido que "a supervisão judicial das empresas Oi não seja encerrada em 4 de fevereiro de 2020, data em que a homologação do plano de recuperação judicial completa dois anos", medida de não encerramento, acrescenta a empresa, "que não traz mudanças para a situação atual das empresas Oi e não tem impacto quanto ao cumprimento do plano de recuperação judicial em vigor, nem em relação a créditos correntes e sobre eventuais novos recursos que vierem a ser acessados pelas empresas Oi".

A empresa garante, ainda, que a extensão do prazo "é uma medida natural que tem sido aplicada na maior parte dos processos de recuperação judicial". Neste caso, a Oi argumenta ser um caso complexo "inerente à magnitude do processo e às reformas em curso no ambiente jurídico-regulatório, e que exigem providências ainda a serem implementadas no âmbito da recuperação judicial".

O processo de recuperação já tem, ainda assim, grande parte das etapas previstas concluídas.



Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI