Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Operadores defendem modelo de co-investimento com Governo para o 5G

A Meo, a Nos e a Vodafone deixam o aviso de que são contra o roaming nacional. E defendem que o Governo devia apoiar a expansão da rede 5G às zonas de menor densidade populacional.

5G é o foco da feira deste ano
Reuters
Sara Ribeiro sararibeiro@negocios.pt 20 de Novembro de 2019 às 19:24
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Os operadores de telecomunicações são contra a partilha de rede através da figura do roaming nacional. Uma medida sugerida pela Anacom para zonas de menor densidade populacional no âmbito do lançamento das licenças para o 5G. 

 

"Nenhum de nós quer que  que 5G fique confinado às grandes cidades", começou por explicar João Nascimento, administrador com o pelouro da tecnologia da Vodafone. Porém, "achamos que não podem ser só os operadores a resolver este problema. Também tem de ser Governo a resolver como é que vamos chegar à franja das populações com o 5G. Tem de se encontrar a melhor geometria para chegar lá". Como? "Seria através de modelos de co-investimento", respondeu.

 

Uma ideia apoiada pelos administradores da área técnica da Nos e da Altice Portugal que aproveitaram para dar o exemplo do Parque Peneda Gerês , onde a cobertura das redes de comunicações será realizada através de investimento conjunto. 

 

Já Luis Alveirinho, da Altice Portugal, reforçou que são "contra o princípio do roaming nacional porque Portugal é um pais relativamente pequeno" e  avançar com tal medida e "transportar para a rede nacional de forma indiscriminada cria questões que têm de ser mto bem avaliadas, como o impacto que tem nas nossas redes e o eventual colapso que podem ter".

 

Todos os operadores reforçaram ainda a posição que têm mantido até agora: Portugal está atrasado no 5G. Não tecnologicamente, mas a nível da atribuição das licenças para o espetro. "Qualquer um dos três operadores está pronto ao nível de tecnologia", garantiu Jorge Graça da Nos. 

 

Ver comentários
Saber mais Altice Portugal Governo Nos 5G Anacom Portugal telecomunicações tecnologias de informação política
Mais lidas
Outras Notícias