Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Falha de abastecimento afectou mais de 41 mil passageiros em Lisboa

O presidente do regulador da aviação civil mostrou-se surpreendido dom o impacto da falha de abastecimento de combustível no aeroporto de Lisboa. As primeiras conclusões apontam para falha técnica.

Miguel Baltazar
Maria João Babo mbabo@negocios.pt 23 de Maio de 2017 às 11:24
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

O presidente da Autoridade Nacional da Aviação Civil (ANAC), Luís Ribeiro, adiantou esta terça-feira, 23 de Maio no Parlamento que a falha de abastecimento de combustível no aeroporto de Lisboa no passado dia 10 de Maio afectou um total de  41.681 pessoas.

Os números preliminares na posse do regulador apontam para 97 voos cancelados, 12 divergidos e 202 atrasados, disse.

Luís Ribeiro salientou que o processo de inquérito por parte do regulador ainda esta em curso, tendo já sido realizadas um conjunto de audições, designadamente com companhias aéreas e o director do aeroporto, para apurar as causas do problemas.

 

Luís Ribeiro admitiu que a ANAC não estava à espera destas repercussões, do impacto que teve e da demora em recuperar a situação.

A ANAC, acrescentou, está agora em colaboração com a entidade nacional de combustíveis "para perceber o que aconteceu e porque razão a falha se propagou se aos outros dois depósitos", afectando os três.

"Vamos ver se foi falha técnica ou erro humano", afirmou Luís Ribeiro, sublinhando que o regulador não conseguiu apurar se o problema esteve relacionado com a greve dos trabalhadores da Petrogal, como foi referido por uma estrutura sindical.

Luís Ribeiro disse que uma das entidades envolvidas fez uma participação criminal, mas que para o regulador até ao momento tudo aponta para se ter tratado de uma avaria técnica.

 

O presidente do regulador afirmou que são duas as suas preocupações: garantir que não se repete e verificar que os direitos dos passageiros foram cumpridos.

Para a ANAC, não se trata apenas da questão do reembolso mas também a assistência a passageiros que tinha de ser prestada no aeroporto. O regulador irá ver agora o que correu mal, disse, sublinhando que o problema no abastecimento não teve qualquer impacto sobre a segurança física dos passageiros.

Ver comentários
Saber mais aeroporto de Lisboa passageiros abastecimento
Outras Notícias