Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Portugal é dos países europeus onde se perde menos tempo na viagem para o trabalho

Em 2019, nas suas viagens casa-trabalho os portugueses gastaram, em média, 21 minutos. Portugal sobe ao terceiro lugar do pódio dos países europeus que menos tempo gasta nas suas deslocações laborais.

Com a adjudicação do concurso, a oferta anual de transporte vai aumentar 40% face aos serviços pré-covid.
Pedro Catarino
Negócios jng@negocios.pt 21 de Outubro de 2020 às 11:58
  • Partilhar artigo
  • ...

Os portugueses gastaram, em 2019, 21 minutos nas suas deslocações diárias casa-trabalho. Em comparação com os restantes membros da União Europeia (UE), Portugal é dos países onde se gasta menos tempo em viagens, de acordo com o estudo do Eurostat.

Mais de metade dos trabalhadores da UE (61,3%) gastaram, em 2019, menos de 30 minutos nas suas deslocações casa-trabalho. Um em cada quatro (26,3%) viajou entre 30 a 59 minutos, enquanto que menos de um em cada dez (8,1%) dispensarem mais de 60 minutos nas suas deslocações.

Ao nível dos Estados-Membros, três em cada quatro pessoas empregadas na Grécia (75,8%) e no Chipre (75,5%) gastavam diariamente menos de 30 minutos nas suas viagens. Em contrapartida, apenas cerca de metade da população empregada no Luxemburgo (49,4%) e na Letónia (44,9%) se encontravam nesta situação. Estes dois últimos países tinham as percentagens mais elevadas de pessoas empregadas com um tempo de deslocação de 30 a 59 minutos. As deslocações mais duradouras foram observadas na Letónia (13,5%), Irlanda (11,2%), Bélgica (10,7%) e Hungria (10,6%), onde mais de 10% da população empregada perdeu mais de uma hora de casa ao trabalho.


Dos indivíduos empregados em 2019, somente 4,3% não necessitaram de se deslocar até ao local de trabalho, valor este que com a Covid-19 e a implementação do teletrabalho irá sofrer uma alteração drástica ainda este ano, segundo dados do Eurostat.

Portugal é um dos países da União Europeia mais rápido nas suas deslocações, em termos laborais. Os italianos cronometram o mesmo tempo dos portugueses, todavia há quem seja ainda mais rápido dois minutos: o Chipre. Por outro lado, em países como a Letónia, Hungria e Luxemburgo o tempo de deslocação é superior à média europeia e ultrapassa a meia hora de viagem.

Ver comentários
Saber mais União Europeia Portugal UE Eurostat transportes
Outras Notícias