Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Taxas acima da inflação

Segundo recentes previsões da OCDE, a inflação em Portugal para este ano será nula. Se tal se verificar, todos os depósitos a prazo proporcionam rendimentos reais positivos. Ainda assim, escolha sempre as melhores taxas, pois as ofertas variam entre 0,1% e 3% para o prazo de um ano

Deco Proteste 11 de Junho de 2013 às 09:57
  • Assine já 1€/1 mês
  • 5
  • ...

Inflação em níveis baixos | O Banco de Portugal tem uma previsão de 0,7% este ano e 1% em 2014.

 


Depósitos a prazo: até 3%

É no Privatbank que encontra a melhor remuneração para um depósito a doze meses (3% líquidos), seguido do Invest que propõe 2,7% aos novos montantes. O Finantia oferece 2,5%, mas exige um mínimo de aplicação de 50 mil euros.


Muitas destas contas mais rentáveis têm restrições, seja a exclusividade de quem pode beneficiar delas (novos clientes ou novos montantes), ou mesmo restrições na liquidez. Por exemplo, o Banco Big não permite a mobilização antecipada no depósito Renda Mensal de juros mensais durante um ano; o mesmo acontece no Banif, com o depósito Rendimento Maxi. A maior parte dos mais rentáveis são constituídos on-line. O banco menos rentável é o Deutsche Bank, que proporciona apenas 0,07% líquidos.


No quadro encontra as melhores ofertas para o prazo de um ano em cada um dos bancos a operar no mercado nacional. Pode tentar negociar a taxa de juro, sobretudo se tiver um montante elevado.


Consulte as melhores taxas para depósitos por prazos superiores(até 10 anos) no portal financeiro, em www.deco.proteste.pt/investe/depositos-a-prazo

 

 

Certificado de aforro: 2,3%

Em junho, a taxa dos Certificados mantém-se nos 2,3% líquidos. É uma aplicação que a PROTESTE INVESTE recomenda, especialmente a quem pretende investir pequenos montantes a curto e médio prazo e não quer correr riscos.


O capital está garantido e recebe juros trimestrais, que são capitalizados. O montante mínimo de investimento é de 100 euros e pode subscrevê-los nos Correios. Tem como vantagens a segurança do Estado e um prémio de 2,75% bruto que acresce à taxa base dependente da Euribor. Mas, este prémio vigorará apenas até final de 2016. Após essa data são repostas as condições anteriores, ou seja, o prémio de permanência crescente, sendo considerada a data de subscrição dos mesmos.


No nosso da PROTESTE INVESTE encontra um simulador para calcular o rendimento que obtém aplicando em Certificados. Ver em deco.proteste.pt/investe/calculadora-certificados-aforro.

 

 

Obrigações do tesouro: até 4%

Para aplicações de médio e longo prazo, entre quatro a dez anos, com o capital garantido e baixo risco recomendamos o investimento em Obrigações do Tesouro. O rendimento varia entre 3% a 4% líquidos. A desvantagem é que, só tem a garantia de capital e rendimento se mantiver o investimento até à maturidade, caso contrário sujeita-se à cotação de mercado e, nesse caso, corre o risco de não ter qualquer rendimento e mesmo de perder parte do que investiu. Além disso, recomendamos um mínimo mínimo de 2500 euros devido aos custos da operação de bolsa.


Pode fazer simulações de rendimento em deco.proteste.pt/investe/calculadora-obrigacoes-tesouro e também acompanhar a evolução da rentabilidade das OT.


Lembre-se sempre de que a rentabilidade indicada no nosso portal (yield) é válida apenas para quem compra à cotação daquele dia e mantém até à maturidade.

 

 

 
EM 2013: INFLAÇÃO ENTRE ZERO E 0,7%
A inflação é o principal inimigo das poupanças que, em períodos normais, costumam devorar boa parte do rendimento real. Atualmente o cenário macroeconómico não é animador, no entanto, a inflação esperada para este ano é baixa. A mais recente estimativa da inflação para este ano em Portugal foi divulgada num relatório da OCDE e indica uma inflação nula (e 0,2% para 2014).  Uma previsão bem diferente das estimativas do Banco de Portugal de março deste ano, que apontam uma inflação de 0,7% para este ano e 1% em 2014. Com uma inflação nula, podemos dizer que o rendimento líquido das aplicações financeiras não perde valor real. Consulte os melhores depósitos para cada prazo em deco.proteste.pt/investe.

 

 

Ver comentários
Outras Notícias