Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bank of America reforça recomendação da Galp para "comprar" e dá potencial de subida de 28%

Na sua última atualização, os analistas do Bank of America decidiram manter a sua recomendação para a petrolífera portuguesa em "Comprar" e fixaram o preço-alvo nos 10,90 euros por ação. Nestas condições a Galp fica com um potencial de valorização de 28%.

Gonçalo Almeida goncaloalmeida@negocios.pt 18 de Março de 2020 às 10:43
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...
O Bank of America reforçou a sua recomendação para a Galp Energia em "Comprar" e atribuiu-lhe um preço-alvo de 10,90 euros por ação, o que lhe confere um potencial de subida de 28% face ao preço da cotação no fecho da sessão de ontem, segundo uma nota publicada nesta quarta-feira, dia 18 de março.  

O volume da negociação está em valores muito superiores ao normal. Até ao momento foram negociadas 4.121.068 ações da petrolífera portuguesa, que compara com a média móvel diária dos últimos seis meses fixada em 1.787.740 ações. 

Apesar da recomendação favorável atribuída pelo banco de investimento, as ações da Galp acompanham o cenário de quedas no resto da Europa, tendo chegado a cair 4,73% para os 8,41 euros por ação. A promover esta má prestação da empresa liderada por Carlos Gomes da Silva está também a desvalorização da cotação do petróleo. 

Os preços da matéria-prima continuam em queda-livre, numa altura em que existe um choque entre uma quebra mundial na procura por petróleo e um aumento da oferta, a preços muito reduzidos, pela Arábia Saudita que já garantiu que ia inundar o mercado a partir de abril. 

Para já, o barril em Nova Iorque, o West Texas Intermediate (WTI) já recuou 2,8% para os 26,20 dólares esta sessão, tocando assim o nível mais baixo desde maio de 2003, isto é, 17 anos. O Brent, que é negociado em Londres e serve de referência para a Europa, segue agora com uma queda de 1,50% para os 28,30 dólares.

Desde o início deste ano, as ações da Galp têm conhecido uma forte desvalorização, à boleia dos mercados em todo o mundo, devido ao impacto que o SARS-CoV-2 está a ter nas bolsas a nível global.



No total existem 25 casas de investimento que acompanham a petrolífera, sendo que 14 delas recomendam "Comprar" ações da empresa portuguesa, dez aconselham "Manter" e apenas uma diz que o melhor é "Vender" as ações da Galp. O preço-alvo médio é de 14,19 euros por ação.

Ver comentários
Saber mais Galp Energia Comprar Bank of America economia negócios e finanças Europa grandes empresas bolsa
Outras Notícias