Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bolsas dos EUA em queda com cautela dos investidores antes do G20

As bolsas dos Estados Unidos estão a negociar em baixa, numa altura em que o foco do mercado já está na reunião entre Trump e Xi Jinping, no final desta semana.

Reuters
Rita Faria afaria@negocios.pt 29 de Novembro de 2018 às 14:43

Os principais índices norte-americanos abriram em queda esta quinta-feira, 29 de Novembro, com os investidores cautelosos antes do encontro entre o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e o seu homólogo chinês, Xi Jinping, à margem da cimeira do G20, no final desta semana.

 

O índice industrial Dow Jones desce 0,08% para 25.345,54 pontos, enquanto o tecnológico Nasdaq desliza 0,32% para 7.267,83 pontos. Já o S&P500 desvaloriza 0,33% para 2.734,53 pontos.

 

Esta evolução acontece depois das subidas registadas na sessão de ontem, em que as acções foram impulsionadas pelas palavras do presidente da Reserva Federal, Jerome Powell. Num discurso realizado na quarta-feira, o líder do banco central norte-americano disse que os juros estão "pouco abaixo" do nível em que nem travam nem impulsionam uma economia saudável.

"O mercado está a aliviar, depois da subida significativa de ontem, e à espera da cimeira do G20, esta semana", refere Art Hogan, estratega do B. Riley FBR, em Nova Iorque, citado pela Reuters.

 

"É muito difícil fazer uma previsão do que acontecerá no G20. E quando há incerteza, há tendência para assumir uma postura de aversão ao risco", acrescenta, referindo-se à reunião marcada entre os líderes das duas maiores economias do mundo, agendada para sábado.

 

Títulos mais sensíveis às questões comerciais estão em queda, como é o caso da Caterpillar, que desce 1,04% para 129,07 dólares.

 

Em sentido contrário, a McDonald’s soma 0,97% para 189,64 dólares, depois de o Morgan Stanley ter melhorado a recomendação para as acções para "overweight".

 

Antes da abertura do mercado, foi revelado que os gastos dos consumidores registaram, em Outubro, a maior subida em sete meses, ao passo que o índice de preços dos gastos pessoais dos consumidores (a medida de inflação seguida pela Fed) registou a subida mais fraca desde Fevereiro.

(Notícia actualizada às 14:55)

Ver comentários
Saber mais bolsas Wall Street Estados Unidos Donald Trump G20
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio