Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

CaixaBank/BPI diz que ações da Sonae estão baratas e têm potencial de subida de 80%

Os analistas do banco de investimento identificam 'deep value' na Sonae, que tem vindo a superar as expectativas e está bem posicionada para beneficiar com a recuperação da economia portuguesa.

6.º Continente
Rita Faria afaria@negocios.pt 23 de Novembro de 2020 às 12:42
  • Partilhar artigo
  • 26
  • ...

Os analistas do CaixaBank/BPI consideram que o mercado está a avaliar mal as ações da Sonae que, na sua perspetiva, têm margem para valorizar cerca de 80%.

Numa nota de análise, a que o Negócios teve acesso, o CaixaBank/BPI destaca que a retalhista "tem vindo a "superar as expectativas", estando bem posicionada para beneficiar da recuperação da economia portuguesa no próximo ano.

Os analistas referem que a principal divisão da empresa, o retalho alimentar, que representa 77% das vendas, "apresentou novamente um forte LfL" (vendas comparáveis) - de 4,8% no terceiro trimestre, e 7,1% nos primeiros nove meses do ano – "claramente acima dos pares mais próximos" e "suportado pela posição de liderança no online".

Também a Worten tem beneficiado "das tendências forte da eletrónica" e até a divisão de ‘fashion’ registou um "bom desempenho operacional".

Os analistas lembram que a economia portuguesa é uma das economias europeias mais afetadas pela crise da covid-19, devendo por isso registar uma reversão mais rápida, da qual a Sonae está bem posicionada para beneficiar.

Essa convicção levou os especialistas a aumentarem em 7% as estimativas para o EBITDA no período 2020-2022, que apontam agora para 585 milhões em 2020, 638 milhões em 2021 e 650 milhões em 2022.

Esta revisão não alterou o ‘target’ de 1,10 euros para as ações da Sonae, onde o CaixaBank/BPI identifica ‘deep value’, o que significa que os títulos estão baratos.

"A Sonae é uma história complexa e sempre incorporou um desconto. Mas isto tem aumentado nos últimos anos", referem. "Vemos ‘deep value’ na Sonae que também pode ser espoletado – na nossa visão, não assumido pela Sonae – pelo encerramento da Worten Espanha, simplificação da sua estrutura e um potencial programa de recompra de ações".

As ações da Sonae estão a cotar nos 61,45 cêntimos, pelo que o preço-alvo definido pelos analistas atribui-lhes um potencial de valorização de 79%. A recomendação é de "comprar".  

Ver comentários
Saber mais Sonae CaixaBank/BPI Worten
Outras Notícias