Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Navigator perde mais de 4% e PSI-20 resvala para o vermelho

O índice nacional segue em contraciclo com a Europa pressionado pela Jerónimo Martins e pelas papeleiras, depois de a Navigator ter inaugurado a época de apresentação de resultados com números abaixo das expectativas.

Miguel Baltazar/Negócios
Ana Batalha Oliveira anabatalha@negocios.pt 12 de Fevereiro de 2020 às 08:27
  • Assine já 1€/1 mês
  • 28
  • ...

A bolsa nacional abriu em queda, com o principal índice, o PSI-20, a desvalorizar 0,53% para os 5.313,05 pontos. A contribuir para o desempenho estão nove cotadas no vermelho, contra seis no verde e três inalteradas.

Lisboa segue na direção oposta das pares do Velho Continente, onde o índice de referência, o Stoxx600, volta a renovar máximos históricos. O alívio espalha-se pelas praças acionistas da Europa depois de a província de Hubei, na China, ter reportado o menor número de casos novos deste mês, o que aviva a esperança de que a proliferação do vírus esteja a desacelerar e que, desta forma, constitua apenas um episódio negativo para os mercados, sem prolongamento.

Por outro lado, o presidente da Reserva Federal americana vai discursar hoje em frente ao Senado, depois de ontem ter feito o mesmo perante o Congresso e, nessa ocasião, ter confortado os investidores. Jerome Powell afirmou que o banco central está atento aos efeitos do surto de coronavírus, o que dá confiança aos investidores de que a Fed virá ao socorro da economia norte-americana no caso de os efeitos do vírus a atingirem gravemente.

Esta quarta-feira há registo de mais de 44.000 casos de indivíduos infetados com coronavírus e as mortes decorrentes do surto já ultrapassam as 1.000.

Por cá, o peso pesado Jerónimo Martins perde 1,22% para os 16,17 euros, ocupando a terceira posição no pódio das perdas, logo atrás das papeleiras Navigator e Semapa. A primeira desce 4,12% para os 3,26 euros, na primeira sessão após a apresentação de resultados. No acumulado do ano, o saldo mostra-se negativo em 5,47%.

A Navigator alcançou um resultado líquido de 168,3 milhões de euros em 2019, o que corresponde a uma queda de 25,2% face a 2018, devido à "forte queda dos preços de pasta e redução da procura de pasta e de papel". Os lucros caíram mais do que o esperado pelos analistas, que segundo os dados da Bloomberg apontavam para resultados líquidos de 188,8 milhões de euros.


A Semapa cede 2,19% para os 12,48 euros e a Altri fica em quarto na tabela, com uma quebra de 1,13% para os 5,69 euros.

A contrariar o desempenho negativo do índice está a Galp, que valoriza 0,55% para os 13,78 euros, numa altura em que o barril de petróleo mostra fortes subidas. O Brent, negociado em Londres e referência para a Europa, segue a apreciar 2,06% para os 59,12 dólares. 

Em destaque no verde está ainda a EDP Renováveis, que soma 0,32% para os 12,42 euros depois de ter anunciado que 

vendeu um projeto eólico onshore no Brasil. A compradora, uma filial da Actis, entregou 598 reais brasileiros (127 milhões de euros) à elétrica portuguesa. "A conclusão desta alienação faz parte da estratégia de asset rotation para o período 2019-22, apresentada no Strategic Update a 12 de Março de 2019", justifica a empresa.

Ver comentários
Saber mais PSI-20 mercados bolsa nacional investidores Euronext Lisboa Europa
Mais lidas
Outras Notícias