Bolsa Nike e banca sustentam Wall Street

Nike e banca sustentam Wall Street

As bolsas norte-americanas abriram em alta, impulsionadas pela subida da Nike, animada pelas contas robustas que anunciou, e também pelos ganhos dos títulos do sector financeiro após os bons resultados dos testes de stress à banca.
Nike e banca sustentam Wall Street
Reuters
Carla Pedro 29 de junho de 2018 às 14:47

O Dow Jones segue a somar 0,91% pontos e o Standard & Poor’s 500 avança 0,66% para 2.733,89 pontos.

 

Por seu lado, o índice tecnológico Nasdaq Composite valoriza 0,65%, a valer 7.555,81 pontos.

 

A animar a negociação está a Nike, que dispara mais de 11,23% para 79,75 dólares, depois de anunciar que regressou ao crescimento na América do Norte. Além disso, a empresa de equipamento e calçado desportivo reviu em alta as perspectivas para as suas contas do novo ano fiscal, o que está a ajudar ainda mais à euforia dos investidores com este título.

 

Em alta está também o sector financeiro, impulsionado pelos resultados dos testes de stress nos EUA.

 

A Reserva Federal norte-americana anunciou ontem os resultados da segunda fase dos testes de resiliência aos maiores bancos a operar nos EUA. Dos 35 analisados, 34 tiveram nota positiva. Já a unidade norte-americana do alemão Deutsche Bank terá de colmatar falhas.

 

Os resultados dos testes foram divulgados após o fecho de Wall Street, pelo que se esperava que as cotadas norte-americanas do sector da banca estivessem hoje a reagir em alta – cenário que se confirma.

 

O Wells Frago segue a ganhar 3,9%, enquanto o Citigroup, Bank of America e JPMorgan sobem mais de 1,5%.

 

As valorizações estão a ser menores no Goldman Sachs, Morgan Stanley e State Street, já que estes bancos passaram nos testes de stress mas com aprovações "condicionadas", já que têm algumas debilidades a resolver.

 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI