Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

PSI-20 acentua subida para 6% com EDP a disparar 11%

A bolsa nacional está a acompanhar as fortes subidas das bolsas europeias, depois de vários bancos centrais, incluindo o BCE, terem entrado em campo para acalmar os mercados.

Tiago Sousa Dias
Rita Faria afaria@negocios.pt 13 de Março de 2020 às 11:30
  • Assine já 1€/1 mês
  • 15
  • ...

A bolsa nacional está a acentuar os ganhos do início da sessão, com o PSI-20 a valorizar já 5,86% para 4.028,79 pontos e 17 das 18 cotadas em alta.

O principal índice português recupera, assim, parte das perdas registadas na sessão de ontem, que foi a segunda pior da história do PSI-20. O índice de ações nacional fechou o dia a desvalorizar 9,74% para o valor mais baixo dos últimos 24 anos.

A aceleração nos ganhos estende-se a todas as praças europeias, depois de vários bancos centrais terem anunciado medidas de estímulo para conter os efeitos do coronavírus.

O Banco Popular da China adotou um conjunto de medidas que vai permitir libertar cerca de 550 mil milhões yuans de liquidez no sistema financeiro do país, e o BCE, na voz do seu economista-chefe Philip Lane, declarou que poderá cortar os juros, se necessário, mantendo disponibilidade para ajustar "todos os seus instrumentos".

Antes, já o Banco do Japão e o Banco da Austrália haviam anunciado reforços nos seus programas de compra de ativos enquanto o Norges Bank decidiu avançar com um corte nos juros para 1%.

Com este pano de fundo, o Stoxx600 valoriza agora 4,5%, o que representa o ganho mais acentuado desde agosto de 2015.

A contribuir para os ganhos das bolsas estão ainda as proibições de short-selling em várias cotadas, decretadas em Espanha e Itália.

Por cá, a EDP destaca-se com uma subida de 10,94% para 3,855 euros, seguida de perto pela EDP Renováveis, que avança 7,75% para 10,84 euros. Ainda na energia, a Galp soma 7,10% para 9,050 euros, acompanhando a recuperação do petróleo nos mercados internacionais.

Com fortes ganhos seguem ainda o BCP, que sobe 6,01% para 11,99 cêntimos, e as cotadas do setor do retalho, com a Jerónimo Martins a avançar 4,29% para 14,46 euros e a Sonae a valorizar 4,34% para 61,25 cêntimos.

Ver comentários
Saber mais PSI-20 Europa bolsas
Outras Notícias