Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Queda da banca leva PSI-20 a recuar pela sexta sessão

Numa sessão marcada pela volatilidade, as bolsas europeias voltam a negociar em terreno negativo. Em Lisboa o PSI-20 desce pela sexta sessão e está a ser pressionado pela banca.

Sara Matos/Negócios
Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 09 de Fevereiro de 2016 às 10:50
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...

A bolsa nacional acentuou a tendência negativa a meio da manhã desta terça-feira, numa altura em que as praças europeias, depois de um arranque marcado pela forte volatilidade, estão também a prolongar as quedas acentuadas que registaram na segunda-feira.

 

O PSI-20 desce 0,98% para 4.724,69 pontos, com 13 cotadas em queda, duas em alta e duas sem variação.

 
O Stoxx 600, que fechou a última sessão a cair 3,54% para mínimos de um ano devido aos receios dos investidores em torno do desempenho da economia mundial, está esta terça-feira a recuar 0,15% para 313,88 pontos.

 

A segunda-feira de fortes quedas nas bolsas reflectiu-se hoje na sessão asiática. Os principais índices japoneses registaram as maiores descidas em quase seis meses, com o Topix a deslizar 5,51% para 1304,33 pontos, enquanto o Nikkei caiu 5,4% para 16.085,44 pontos.

 

Nas bolsas europeias o sector financeiro continua a ser o mais pressionado – o índice Stoxx para o sector recua 0,72% - apesar de o Deutsche Bank ter emitido um comunicado a assegurar que tem dinheiro suficiente para reembolsar os detentores de títulos de dívida do banco.

 

Uma análise do CreditSights levantou dúvidas sobre a capacidade do banco alemão pagar todos os cupões das obrigações de capital contingente (CoCo), o que acentuou o sentimento negativo no mercado. Depois do comunicado pouco usual do Deutsche Bank, as acções do banco alemão estão a subir 1,09% para 13,97 euros. Na segunda-feira afundaram 9,5%.

 

Na banca nacional o dia continua a ser negativo. O BCP desvaloriza 3,49% para 3,6 cêntimos e o BPI cai 1,19% para 0,997 euros.

 

Também a penalizar o PSI-20 está a EDP (0,77% para 2,973 euros), numa sessão em que as duas cotadas com maior peso no índice estão em alta. A Jerónimo Martins soma 1,09% para 12,56 euros e a Galp Energia, que apresentou resultados na segunda-feira, avança 1,57% para 11,02 euros. O BPI subiu a avaliação da Galp Energia em 3% de 11,40 euros para 11,80 euros, mas cortou a recomendação de "neutral" para "reduzir" e não afasta o congelamento dos dividendos da petrolífera portuguesa.

 

No lado das quedas destaca-se a Altri, com uma desvalorização de 8,24% para 2,975 euros, devido à recente subida do euro face ao dólar. A Nos recua 4,5% para 5,667 euros e a Portucel, que vai mudar de nome para Navigator desce 2,36% para 2,734 euros.

Ver comentários
Saber mais PSI-20 bolsa PSI-20
Outras Notícias