Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Investidores já pagam para comprar dívida japonesa a dez anos

Pela primeira vez, os juros da dívida a dez anos de um país do G7 atingiram valores negativos. O Japão junta-se assim à Alemanha, com ambos os países a terem cerca de 70% da sua dívida com 'yields' abaixo de zero.

A carregar o vídeo ...
Japanese Banks Sink as 10-Year Bond Goes Negative
Rita Faria afaria@negocios.pt 09 de Fevereiro de 2016 às 09:35
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

Os investidores já estão dispostos a pagar para deter obrigações japonesas a dez anos. Esta terça-feira, 9 de Fevereiro, a ‘yield’ associada à dívida nipónica a dez anos atingiu, pela primeira vez, um valor negativo, algo sem precedentes numa economia do G7.

Menos de duas semanas depois de o governador do Banco do Japão, Haruhiko Kuroda, ter anunciado juros negativos, o país junta-se à Alemanha, com ambas as economias a terem cerca de 70% da sua dívida pública com ‘yields’ abaixo de zero.

Os juros das obrigações a dez anos (o prazo de referência) desceram 7 pontos base esta terça-feira para -0,025%, numa altura em que o iene está em máximos de Novembro de 2014 face ao dólar norte-americano.

"É simbólico", refere Masayuki Koguchi, gestor de activos da Mitsubishi UFJ Kokusai Asset Management, em declarações à Bloomberg. "Além de sentir que o mercado poderá ter ‘sobreaquecido’, não consigo ver nenhuma razão para vender. Os investidores especulativos estão a testar quão baixo os juros podem ir, por isso, é impossível ver onde será o limite".

A forte descida das ‘yields’ japonesas acontece numa altura em que os investidores estão a fugir dos mercados de acções e a refugiar-se em activos percepcionados como mais seguros, como é o caso do ouro, da dívida norte-americana, alemã e japonesa, por exemplo, e divisas como o iene. A "yield" dos títulos de dívida soberana aleamã está esta terça-feira abaixo dos 0,2%.

O regresso das preocupações em torno da evolução da economia mundial deu um arranque negativo às bolsas europeias e norte-americanas esta semana. O índice de referência para a Europa está novamente em queda depois de ter desvalorizado mais de 3,5% na sessão de ontem, enquanto os mercados dos Estados Unidos deslizaram para mínimos de 22 meses.

Esta terça-feira, os principias índices japoneses, o Topix e o Nikkei, afundaram mais de 5% na maior queda desde Agosto do ano passado. Ao mesmo tempo, o iene superou os 115 por dólar norte-americano pela primeira vez em mais de um ano. A divisa japonesa está no valor mais alto face ao dólar desde Novembro de 2014.

  

Ver comentários
Saber mais Japão dívida iene obrigações yields Banco do Japão Haruhiko Kuroda Alemanha
Outras Notícias