Bolsa Raize em alta já sobe 20% face ao preço da OPV

Raize em alta já sobe 20% face ao preço da OPV

No segundo dia em bolsa, as acções da Raize negoceiam em alta ligeira.
Raize em alta já sobe 20% face ao preço da OPV
Afonso Eça (na foto ao meio) destacou o dinamismo das acções na primeira sessão em bolsa
Tiago Sousa Dias

As acções da Raize estão esta quinta-feira a negociar em alta ligeira, prolongando a tendência positiva registada na estreia em bolsa.

 

Depois de ontem terem subido 19%, hoje as acções da Raize valorizam 0,84% para 2,40 euros, uma cotação que se situa 20% acima do preço a que as acções foram vendidas aos investidores na oferta pública de venda (OPV), nos 2 euros.

 

A nova cotada também se destaca na liquidez, já que até às 10:30 foram transaccionadas perto de 40 mil acções. Na sessão de quarta-feira trocaram de mãos mais de 100 mil títulos, o que representa 13% do capital disponível para negociação (na OPV foram vendidas 750 mil acções).

 

A "fintech" que gere uma bolsa de empréstimos para PME está agora avaliada em 12 milhões de euros, o que compara com a capitalização bolsista de 10 milhões de euros implícita na OPV.

 

"Fazemos um balanço positivo [da primeira sessão]: foi um dia dinâmico no título (mais de 100.000 acções transaccionadas, 13% do "free float" só num dia), que era um dos nossos objectivos", adiantou ao Negócios Afonso Eça, co-fundador e responsável pelas relações com investidores da Raize. 

 

"Em termos de número de acções transaccionadas, fomos a segunda mais transaccionada dentro dos nossos pares na Euronext. Em termos de variação do título, ficámos acima da média para um primeiro dia de IPO", realça Afonso Eça ao comentar o desempenho da cotada na primeira sessão.

 

Por estar cotada no Euronext Acess, segmento para pequenas capitalizações, a Raize não vai negociar em contínuo na praça portuguesa, sendo que a formação do preço só acontecerá duas vezes durante a sessão (10h30 e 15h30). Entre as 10h30 e as 14h00 e entre as 15h30 e as 16h30, a negociação ocorre em contínuo, mas sem "price discovery", ou seja, quem quiser transaccionar ao preço fixado pode efectuar logo a transacção (mediante existência de contraparte).

Na OPV, foram vendidas 750.000 acções, representativas de 15% do capital da empresa. Foram 1.419 os investidores a participar nesta operação, tendo a procura superado em 3,7 vezes a oferta, sendo que todos os investidores de retalho receberam pelo menos 500 acções da empresa (investimento de mil euros).


Depois desta oferta inicial, e para reforçar a liquidez da acção, após admissão à negociação, serão disponibilizadas acções representativas de 10% do capital durante um período de seis meses. Assim, será colocado em bolsa um total de até 25% do capital da Raize.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI