Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Sonae Capital dispara para máximos de fevereiro após revisão do preço da OPA

A subida de 10% das ações está a ser registada com forte liquidez, com mais de 2 milhões de títulos já transacionados. A cotação já ajustou à nova contrapartida da oferta pública de aquisição, de 77 cêntimos.

José Coelho
  • Assine já 1€/1 mês
  • 6
  • ...

A Sonae Capital negoceia em forte alta na bolsa portuguesa, registando uma valorização que iguala a revisão da contrapartida da oferta pública de aquisição (OPA) anunciada ontem pela Efanor.

 

As ações da cotada valorizam 10% para 0,77 euros, preço que corresponde ao novo valor da oferta e representa um máximo de 24 de fevereiro.

 

Além da forte subida, a Sonae Capital também regista uma forte liquidez, tendo já transacionado 2,5 milhões de ações, o que compara com a média diária dos últimos seis meses de 355 mil títulos.  

 

Após o fecho da sessão de ontem a Sonae Capital anunciou que a Efanor tinha revisto em alta a contrapartida da OPA de 70 para 77 cêntimos.

 

Com a revisão da contrapartida, a holding da família Azevedo poderá ter de despender perto de 63 milhões de euros para adquirir os pouco mais de 30% do capital da cotada que não controla.

 

Desde o anúncio preliminar da OPA, a Efanor já comprou mais de 5% do capital da Sonae Capital. Com os títulos já a negociarem acima da nova contrapartida, a Efanor tem pouca margem para continuar a comprar ações na bolsa, pois não pode pagar mais de 0,77 euros por título.

 

A OPA, que decorre em simultâneo com uma oferta sobre a Sonae Indústria, visa retirar de bolsa as duas empresas.

Ver comentários
Saber mais Sonae Capital OPA Efanor
Outras Notícias