Bolsa Sonae Capital compra empresa espanhola Futura Energía Inversiones

Sonae Capital compra empresa espanhola Futura Energía Inversiones

A CapWatt, participada da Sonae Capital, lançou uma oferta de compra para a aquisição da totalidade da energética espanhola Futura Energía Inversiones. O valor da empresa, nesta transacção, situa-se em 4,5 milhões de euros.
Sonae Capital compra empresa espanhola Futura Energía Inversiones
DR
Negócios 01 de julho de 2019 às 17:58

A CapWatt, participada da Sonae Capital, avançou com uma oferta de compra de 100% da espanhola Futura Energía Inversiones.

Em comunicado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a empresa liderada por Miguel Gil Mata (na foto), informa então que "a sua participada, CapWatt, SGPS, S.A. apresentou uma oferta vinculativa para a aquisição de 100% do capital social da sociedade Futura Energía Inversiones, S.L. e suas participadas (Grupo Futura), aceite pelos actuais accionistas do Grupo Futura".

"Constituído e liderado por um conjunto de profissionais com longa experiência no sector de energia, nomeadamente nas actividades de comercialização e trading de gás natural, direitos de emissão de carbono e energia eléctrica, o Grupo Futura desenvolve a sua actividade através de quatro participadas", refere o mesmo documento.

 

São elas a Futura Carbono - trading de direitos de emissão de carbono; Futura Energía y Gas – trading e comercialização de gás natural no sector empresarial; Futura Green Renewables - trading de energia renovável, actuando em representação de vários clientes, aglomerando um conjunto de unidades fotovoltaicas e de cogeração; e Ecofutura Luz Energía - comercialização de energia eléctrica no sector empresarial.

Esta aquisição "enquadra-se na estratégia de crescimento do segmento de energia da Sonae Capital, melhorando a sua capacidade de ‘sourcing’ de gás natural e de licenças de emissão, e de colocação da energia eléctrica por si produzida num cenário pós ‘feed-in-tariffs’", explica o comunicado.

 

O ‘entreprise value’ desta transacção situa-se em 4,5 milhões de euros, dos quais 2,8 milhões de euros serão pagos na efectivação da transação. O remanescente será diferido por um período de três anos, condicionado a um conjunto pré-definido de KPIs, segundo a Sonae Capital.

 

A empresa refere ainda que esta operação depende, entre outras condições, "da obtenção da decisão de não-oposição das Autoridades da Concorrência em Espanha e Portugal".

A Sonae Capital encerrou a sessão desta segunda-feira a somar 1,51% para 74 cêntimos por ação.

(notícia atualizada às 18:10)




pub

Marketing Automation certified by E-GOI