Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Tesla dispara 5% e supera os 700 mil milhões de dólares na primeira sessão do ano

As ações da fabricante de veículos elétricos volta a escalar para máximos históricos, numa sessão em que ultrapassou os 700 mil milhões de dólares em capitalização de mercado.

EPA
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
As ações da Tesla dispararam 5,50% para os 744,49 dólares por ação na manhã desta segunda-feira (hora de Washington), o que eleva a sua capitalização de mercado para valores acima dos 700 mil milhões de dólares, um valor nunca antes alcançado pela empresa de Elon Musk.

A motivar esta nova subida está um aumento de 35,9% para os 499.550 automóveis entregues no ano passado, face aos 367.500 veículos de 2019. Ainda assim, a empresa falhou a sua meta de 500.000 carros.

Contudo, os investidores acreditam que este ano será de grande expansão, com Musk a prever uma entrada em força no mercado na China e a abertura das novas fábricas no Texas e na Alemanha.

Na última sessão do ano passado, as ações da empresa liderada por Musk viveram um ano de euforia e dispararam cerca de 740%, tendo, na última sessão do ano, superado pela primeira vez os 700 dólares.

"A boa notícia é que a Tesla tem a fórmula que os consumidores desejam", escreve Gene Munster, analista da Loup Ventures, numa nota. "A má notícia é que para acompanhar a procura a empresa precisa de construir rapidamente as novas fábricas em Austin, Texas, e Brandenburg, na Alemanha", acrescenta.

2020 foi fértil em acontecimentos para a Tesla. Desde o início da produção do Model Y, passando pelo arranque da produção na China, o início da construção da nova Gigafactory na Alemanha, até aos três aumentos de capital, um "stock split" e a entrada, já em dezembro, no S&P 500, a empresa esteve sempre sob os holofotes dos investidores.
Ver comentários
Saber mais Tesla Washington Elon Musk China Alemanha Texas economia negócios e finanças economia (geral) Informação sobre empresas bens de consumo
Outras Notícias