Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Crédito pedido pelas famílias à Younited para férias dispara 245% para 38 milhões

O perfil de clientes tem vindo a sofrer alterações. Em 2021, tinham em média 45 anos, menos um que a média de idades dos clientes deste ano.

Younited Credit
  • Partilhar artigo
  • 5
  • ...
Os pedidos de crédito para ir de férias feitos pelas famílias portuguesas à Younited cresceram para 38 milhões de euros no primeiro semestre deste ano. O "marketplace" de crédito revela que, face ao mesmo período de 2020, o montante dos empréstimos cresceu 245%, em linha com a recuperação do turismo pós-pandemia.

"O ano de 2022 marca um importante ponto de viragem na vida dos portugueses. É o ano do regresso ao 'normal', das liberdades. As pessoas querem sair, explorar aquilo que Portugal, a Europa e o resto do mundo têm para oferecer, as famílias querem sair de casa", explica Annie Criscenti, vice-CEO da Younited Portugal, em comunicado.

A empresa ressalva que, "infelizmente, quando nos preparávamos para que tudo voltasse a um cenário pré-pandémico, rebentou uma guerra na Europa, que desde o seu início mostrou influenciar o orçamento de famílias, em todo o mundo."

Apesar disso, a financeira continua a crescer no país. O número de créditos solicitados na categoria "férias" registou um aumento de 32%, entre 2019 e 2021.

De forma mais alargada, toda a procura cresceu: nos primeiros seis meses de 2022 foram pedidos à Younited cerca de 38 milhões de euros, mais 18 milhões face ao período homólogo de 2019.

 

Também o perfil do consumidor tem vindo a sofrer alterações. Em 2019, a média de idades dos consumidores de créditos destinados a "férias" era de 39 anos. Já em 2020 a média de idades sofre um decréscimo, para os 38 anos. No ano de 2021, em média, os consumidores tinham 45 anos, menos um que a média de idades dos clientes de 2022.

Por outro lado, a média de prazo da liquidação tem vindo a diminuir: se em 2019, os portugueses escolheram um prazo médio de liquidação de 59 meses, em 2020 este viu-se reduzido para um período médio em 3 meses. Em 2021 e 2022, o tempo médio de liquidação contratualizado manteve-se nos 55 meses.

Ver comentários
Outras Notícias